Air Madrid nasce para unir Espanha e América Latina

189

Um grupo de investidores espanhóis criou uma nova companhia aérea, a Air Madrid, que nasce com a vocação de unir este país com a América Latina oferecendo preços acessíveis e aviões modernos de grande capacidade.

A nova empresa aérea apresentada hoje, quinta-feira, para a imprensa na capital espanhola espera vender cerca de 300.000 passagens anuais e de ter um faturamento de 200 milhões de euros por ano (240 milhões de dólares).

A companhia também será apresentada ao público na Feira Internacional de Turismo (Fitur) que acontecerá em Madri na próxima semana.

A empresa aérea pretende entrar no segmento de baixo custo, mas “com características de qualidade similares aos produtos de alto preço”, e venderá seus produtos através de agências de viagens e da Internet.

O novo grupo, que também contará com sua própria operadora de turismo, a Alada Tours, é composto pelas empresas espanholas Eroski, Celuisma, Hotusa, Catalonia, FG Hoteles, Quo Viajes, Promociones El Encinar, Herpil e Edefa.

Sua frota contará com aviões Airbus A330, modelo do qual em maio incorporará dois aparelhos da versão 200 e um da 300.

Para melhorar a comodidade, os aviões, que podem funcionar com 370 ou 380 lugares, serão configurados com um número menor de assentos -não passarão de 316- e terão um grande número de lugares na classe executiva.

O grupo tem na mira destinos centro-americanos, entre eles Costa Rica, Panamá, Guatemala e Honduras, e latino-americanos como Peru, Equador, Colômbia e Brasil, ao acreditar que não estão saturados.

Também poderia incluir em sua oferta destinos no Caribe, entre eles a República Dominicana, Cuba, Cancún (México) e Ilha Margarida (Venezuela), que têm um grande potencial, segundo os responsáveis da companhia.

Além dos destinos ibero-americanos, a empresa prevê no futuro próximo abrir mercados novos que não são oferecidos habitualmente na Espanha, tais como Índia, Tailândia, Indonésia e China.

FONTE: Reuters Investor – EFE – Porto Alegre/RS