Bombardier derrota Embraer

1817

Segundo informação divulgada nesta segunda-feira (16) pelo jornal londrino “Financial Times” a Bombardier, produtora canadense de aviões de médio porte, disse ter acertado os detalhes finais de um contrato avaliado em US$ 1,7 bilhão (R$ 3,74 bilhões) para vender 75 jatos de transporte aéreo regional à Air Wisconsin, a linha aérea regional operada pela United Airlines dos Estados nidos, derrotando sua rival brasileira Embraer.

A venda provavelmente intensificará a disputa entre o Canadá e o Brasil quanto ao uso de mecanismos de subsídio às exportações para facilitar as vendas de aviões de transporte regional.

Em uma medida que provocou sérias controvérsias, o governo do Canadá decidiu oferecer à Air Wisconsin até US$ 1,1 bilhão (R$ 2,4 bilhões) em empréstimos a juros subsidiados para ajudar a fechar a venda. Um funcionário da Bombardier declarou na segunda-feira que sua empresa estaria em “desvantagem considerável” caso o governo canadense não tivesse oferecido empréstimos a juros baixos para a Air Wisconsin. Funcionários da Embraer e representantes do governo brasileiro se recusaram a comentar sobre o assunto quando informados da decisão de segunda-feira.

FONTE: Aviação Brasil – Financial Times – São Paulo/SP