Embraer Anuncia Melhora no Consumo deCombustível e Aumento de Carga Paga do EMBRAER 170

195

A Embraer anunciou hoje que, a partir de mensurações feitas por ocasião do processo de entregas de aeronaves, o EMBRAER 170 apresentou um consumo de combustível 2% inferior ao originalmente previsto. O benefício resulta da combinação de um menor consumo específico do motor com melhorias no processo de fabricação, que reduziram o arrasto nos aviões de produção seriada.

Com mais de 40 aviões EMBRAER 170 já em operação, a Embraer pode confirmar com mais precisão os números finais de consumo de combustível para as aeronaves de produção e deverá revisar os manuais dos aviões, de modo que eles reflitam o menor consumo.

“Com os atuais preços de petróleo elevando os custos das empresas aéreas, a redução de 2% no consumo de combustível contribuirá fortemente para os já excelentes níveis de custos do EMBRAER 170. Estamos exultantes por dar esta boa notícia aos nossos operadores e clientes em potencial”, disse Luís Carlos Affonso, Vice-Presidente de Engenharia e Desenvolvimento de Novos Produtos da Embraer.

Baseado em uma utilização de 2.600 horas de vôo por ano, um operador poderá economizar cerca de US$ 30.000 anuais por aeronave com a redução do consumo de combustível. Considerando-se uma frota de 15 aeronaves, a economia pode chegar perto de US$ 5 milhões de dólares, em valores atuais, para um período de 20 anos.

A Embraer também anunciou um aumento de 340 quilos (750 libras) da carga paga do EMBRAER 170, que agora passa para 9.000 quilos (19.842 libras), melhorando ainda mais a flexibilidade proporcionada pelo novo avião para operadores que desejem transportar mais passageiros ou que queiram obter receitas extras com operações de carga.

Para obter o aumento da carga paga, a Embraer estendeu para o EMBRAER 170 reforços estruturais presentes no EMBRAER 175. Esta modificação também melhora o já alto nível de comunalidade entre estes dois modelos de avião, além de simplificar as atividades na linha de produção. Tal benefício deverá estar presente em todas aeronaves EMBRAER 170 entregues a partir de 2005.

“Estes são dois exemplos do permanente foco e compromisso da Embraer com a satisfação de seus clientes. Baseado em um projeto inteiramente novo, o EMBRAER 170 contribuirá ainda mais para melhorar as operações das companhias aéreas no mercado para aeronaves com 70 a 110 assentos”, disse Affonso.

FONTE: Aviação Brasil / Embraer – Assessoria de Imprensa – São José dos Campos/SP