Embraer promove aviões de defesa em Le Bourget

100

A Embraer anunciou hoje a sua participação no 46º Paris Air Show, no Aeroporto de Le Bourget, onde promoverá novos avanços em sua linha de aviões de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento, e também o avião de treinamento militar Super Tucano.

O Paris Air Show, um dos mais prestigiados salões aeronáuticos do mundo, se realiza entre 13 e 19 de junho em Paris, França. Os principais executivos da área de Defesa da Embraer estarão disponíveis durante o evento.

A Embraer promove sobretudo os produtos da linha de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (ISR), para a qual o Governo Brasileiro foi o cliente-lançador. Oito aviões ISR da Embraer servem atualmente ao Sistema de Vigilância da Amazônia (SIVAM), sendo que cinco são unidades de Alerta Aéreo Antecipado (AEW&C) e três são aeronaves de Sensoriamento Remoto (RS). Na América Latina, o governo mexicano já usa as versões AEW&C e Patrulha Marítima (MP) em missões ISR.

A Grécia tornou-se o primeiro país da OTAN a comprar uma aeronave ISR e, em breve, deverá empregar o EMB 145 AEW&C. Mais recentemente, o Exército dos Estados Unidos contratou a Lockheed Martin para desenvolver o programa Aerial Common Sensor (ACS).

Esse programa introduzirá uma nova geração de sistemas multi-inteligência com capacidade de pontaria de precisão para os combatentes. A Embraer fornecerá as plataformas aéreas para o programa ACS.

A Embraer promove ainda o Super Tucano, aeronave de treinamento básico-avançado de pilotos militares e de ataque leve. O avião já é usado pela Força Aérea Brasileira (FAB) em coordenação com as aeronaves da família ISR EMB 145 AEW&C e EMB 145 RS, no sistema SIVAM O Super Tucano é uma evolução da plataforma original do Tucano, com cerca de 650 aeronaves operando em 16 forças aéreas de todo o mundo.

FONTE: Aviação Brasil / Embraer – Assessoria de Imprensa – São José dos Campos/SP