Legacy pode operar no nível 410

130

A Embraer anunciou hoje o início da fase final de testes no âmbito do processo de certificação da aeronave executiva Legacy, que aumentará o teto operacional do avião para 41.000 pés (12.500 metros).

“O aumento do teto operacional do Legacy para 41.000 pés é apenas a mais recente de uma série de melhorias na nossa linha de produtos que visam atender os padrões vigentes no mercado, não apenas em termos de desempenho, mas também de conforto e economia operacional”, disse Antônio Pires Monteiro, Vice-Presidente da Embraer para o Mercado de Aviação Corporativa. “Com este aumento do teto operacional, além de outros recentes aprimoramentos no interior e exterior da aeronave, o Legacy reafirma a sua proposta de valor como o jato executivo que mais favorece a lógica dos negócios.”

A certificação para o novo teto operacional é esperada para o primeiro trimestre de 2005 e as entregas devem ter início logo depois. A Embraer disponibilizará um boletim de serviço que poderá ser solicitado pelos proprietários atuais do avião a fim de permitir que suas aeronaves também voem a 41.000 pés.

O teto operacional mais alto permite ao operador do Legacy tirar vantagem de rotas aéreas menos congestionadas, particularmente na direção leste. O teto mais alto também permite voar acima de condições climáticas desfavoráveis, o que torna a viagem mais tranqüila e agradável.

FONTE: Aviação Brasil / Embraer – Assessoria de Imprensa – São José dos Campos/SP