OpenSkies, subsidiária da British Airways, celebra seu primeiro aniversário

135

A OpenSkies transportou, nesse período, mais de 92.000 passageiros nas duas rotas. Devido ao seu apelo de duas opções de classe executiva (BIZ BED e BIZ SEAT), combinado com a acessibilidade dos maiores aeroportos e aos imbatíveis preços em classe executiva, a OpenSkies rapidamente se estabeleceu como uma experiência de viagem única e inovadora para passageiros voando entre Nova York e Paris ou Amsterdã.

Em um curto período de tempo desde sua criação, a OpenSkies tem se mantido focada em seu compromisso de oferecer insuperáveis serviços para os viajantes. Os destaques do desempenho da companhia incluem uma taxa de pontualidade de partida/chegada de 92% nas rotas Nova York/Paris e Nova York/ Amsterdã em maio de 2009 e um nível de confiança/credibilidade de 99% nas rotas Nova York/Paris e Nova York/ Amsterdã em maio de 2009.

Dale Moss, diretor da OpenSkies, afirma: “Tenho orgulho do que realizamos até agora e agradeço aos nossos clientes por esse ano de sucesso, com mais de 92.000 passageiros que tem se acostumado à alta qualidade dos serviços oferecidos pela Openskies. Nossa companhia continua a ganhar participação de mercado, o que é um reconhecimento da dedicação dos nossos funcionários. Queremos continuar a crescer em 2009 e nos anos seguintes.”

A OpenSkies é uma companhia aérea premium com serviço superior e tarifas competitivas, que voa entre Paris (Aeroporto de Orly) e Nova York (JFK e Newark) e entre Amsterdã (Schiphol) e Nova York (JFK e Newark). A companhia oferece a seus passageiros muitos diferenciais inovadores a bordo, incluindo um conceito único de duas cabines com 12 camas na classe BIZ BED e 72 poltronas que reclinam 140º na classe BIZ SEAT. As duas cabines têm mais de 50 horas de programação de entretenimento e excelente serviço de alimentação.

A subsidiária da British Airways é a primeira companhia aérea a ser criada depois do acordo Open Skies, que permite que companhias aéreas voem para qualquer destino entre os Estados Unidos e a União Européia, sem a obrigatoriedade das companhias se basearem apenas em seus países de origem.

Para mais informações visite: flyopenskies.com

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP