Prefeitura de Guarulhos e Governo do Estado de São Paulo avaliam impactos ambientais de Cumbica

185

A Prefeitura de Guarulhos definiu, com as secretarias de Estado de Meio Ambiente e de Transportes Metropolitanos, a formação de uma comissão que vai analisar as condições da região de Cumbica, local em que fica o Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos.

A comissão, que terá também a participação da Infraero, volta a se reunir em 30 dias. A intenção é apresentar um amplo estudo sobre os principais problemas ambientais e sociais existentes atualmente, provocados pela presença do maior aeroporto da América Latina.

O estudo mostrará questões relacionadas à drenagem (problemas de enchente), habitação (população que vive próxima ao aeroporto), ruídos (medidas de controle e redução), sistema viário, uso e ocupação do solo e recuperação de áreas afetadas por processos erosivos.

Para tanto, será assinado um protocolo (Termo de Ajustamento de Conduta), em que estarão definidas as atribuições de cada um dos órgãos governamentais e as alternativas para melhorar a situação da região e do próprio Aeroporto Internacional.

FONTE: Aviação Brasil / Prefeitura de Guarulhos – Assessoria de Imprensa – Guarulhos/SP