Trip Linhas Aéreas incorpora 3 jatos Embraer 175 à sua frota

164

Nestas operações, a empresa combina jatos e turbo-hélices para diversas cidades, trabalhando de forma eficiente as ligações regionais, conforme a densidade de tráfego e distância entre cada destino. A TRIP é hoje a maior empresa aérea regional da América do Sul, controlada pelos grupos Caprioli e Águia Branca e que tem como investidor a SkyWest Inc., maior empresa aérea regional do mundo.

A aquisição dos jatos E175 faz parte da meta da TRIP de ampliar, modernizar a frota e expandir a malha aérea. A companhia conta hoje com 25 aeronaves e passa a operar em 73 cidades, o que representa a malha com maior distribuição no Brasil. Os reflexos dessa movimentação podem ser acompanhados pelo número de passageiros transportados, bem como nos investimentos e resultados financeiros em 2008. A TRIP tem como meta encerrar 2009 com uma frota de 30 aviões, o que permite ampliar sua cobertura, com capacidade para voar em 80 cidades.

A nova aeronave que será entregue fará parte da frota da TRIP, que conta atualmente com outros dois jatos Embraer 175 – modelo de E-Jet que opera pela primeira vez no Brasil – todos configurados para acomodar confortavelmente 86 passageiros em classe única. As aeronaves estão sendo financiadas em Reais, conjuntamente pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social
(BNDES) e pelo Banco do Brasil.

“Iniciamos nossas operações no mercado regional há onze anos com um avião Embraer 120 usado, com capacidade para 30 passageiros, e víamos a produção moderna como um sonho distante. Hoje, somos líderes no mercado regional e, com a aquisição dos jatos da Embraer, nossa grande parceira nesta trajetória, nos tornamos a companhia aérea regional que mais investe no Brasil”, afirma José Mário Caprioli, presidente da TRIP. De acordo com o executivo, a soma de investimentos em tecnologia aliada a um time de profissionais parceiros em toda esta trajetória, faz a diferença.

Os jatos Embraer 175 da TRIP são configurados em classe única. A distância entre os assentos (pitch, em inglês) de 79 cm (31 polegadas) oferece aos 86 passageiros grande conforto para percorrer até 3.704 km (2.000 milhas náuticas) sem escalas.

A TRIP encerrou o ano de 2008 com um faturamento bruto de R$ 322 milhões, o que representa um crescimento de 275% comparado ao ano anterior, quando acumulou R$ 117 milhões em sua operação.

O destaque da companhia durante o período é seu EBITDA (lucros que precedem juros, impostos, depreciação e amortização) que registrou um volume de R$ 40,9 milhões e margem de 13,2%. Este resultado posiciona a TRIP entre as empresas aéreas com maior margem em capacidade de geração de caixa de 2008, fruto de um modelo de gestão focado em rentabilidade do negócio. Com a expansão acelerada a empresa prevê para o ano de 2009 um faturamento de cerca de R$ 550 milhões.

Toda a trajetória da TRIP é marcada por sua solidez financeira. Há cinco anos, a empresa aumenta seu faturamento em média de 70% ao ano, resultado de uma gestão sólida sobre um modelo de negócios baseado em uma espiral de fatores, como modernização da frota, administração enxuta, maior número de passageiros e melhores preços. Com um Conselho de Administração composto por 8 membros, a TRIP é uma companhia área regional que atua com base no sistema de Governança Corporativa, e este ano solicitou o processo de abertura de capital na CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP