Varig fecha acerto com Boeing para reduzir endividamento

1475

Um acordo anunciado entre a fabricante de aviões Boeing e a Varig vai diminuir um terço da dívida da companhia aérea brasileira. A dívida da Varig passará de US$ 1,2 bilhão para US$ 830 milhões.

No acordo, seis aviões (quatro MD-11 e dois Boeing 737-300) que constavam num contrato de leasing financeiro entre a Varig e o banco Willmigton Trust passarão a ser alugados para a Varig pela Boeing. A Boeing quitou todo o leasing financeiro, que vencia entre três e quatro anos, adquirindo os aviões que serão alugados à Varig.

De acordo com o diretor de Relações com os Investidores da Varig, Manuel Guedes, grande parte do encurtamento da dívida ocorrerá em razão da diminuição do pagamento de juros sobre esta dívida. Somente por conta da operação anunciada hoje, a Varig deixará de pagar um montante entre US$ 30 milhões e US$ 35 milhões neste ano em juros. A empresa paga, por ano, juros equivalentes a US$ 160 milhões sobre suas dívidas.

Segundo o presidente da Varig, Ozires Silva, a redução da dívida muda significativamente o perfil econômico-financeiro da companhia. “O acordo é uma clara demonstração da credibilidade que a Varig tem nos mercados doméstico e internacional”, afirmou.

Para o vice-presidente de vendas da Boeing para América Latina e Caribe, Daniel da Silva, o acordo também beneficia a Boeing porque abre caminho para uma parceria mais profunda no futuro.

Com o acerto, a redução da dívida da Varig corresponde a US$ 370 milhões (R$ 880 milhões), o que corresponde a um terço do passivo da empresa.

FONTE: Aviação Brasil – Redação – São Paulo/SP