Análise da rota Brasil – Estados Unidos até o final de 2010

1199

Uma das rotas internacionais mais competitivas e disputadas do mercado brasileiro é aquela com destino aos Estados Unidos. Há pouco tempo atrás quase que a totalidade dos voos partiam do Rio de Janeiro e São Paulo mas hoje temos partidas também de Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Manaus e Recife.

Dos 40.029 assentos semanais disponíveis na rota a oferta ficará distribuída da seguinte maneira com o decréscimo de frequencias da Delta de Manaus para Atlanta, corte da frequencia de São Paulo – Los Angeles e o acréscimo da American no trecho São Paulo – Miami:

28,90% TAM
28,53% American Airlines
16,39% Delta Airlines
10,20% Continental Airlines
9,02% United Airlines
3,50% US Airways
1,96% Korean Air
1,51% Japan Airlines

No mês de setembro a Japan Airlines deixa de voar para o Brasil, em outubro a Delta inicia a frequencia São Paulo – Detroit e em novembro a American Airlines inicia a rota Brasília – Miami e reforça a São Paulo – New York. Desta maneira, com as  alterações citadas, a oferta de assentos estará assim distribuída em 20 de novembro de 2010:

26,67% TAM
35,44% American Airlines
15,12% Delta Airlines
9,41% Continental Airlines
8,33% United Airlines
3,23% US Airways
1,81% Korean Air

Para as empresas brasileiras estão disponíveis no Cernai 99 frequências semanais para a rota, no entanto há regras para a utilização de 42 delas segundo a ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil.