Bell 429 consolida-se como ambulância aérea

783

A Bell Helicopter vendeu mais um helicóptero modelo 429 para o crescente mercado de salvamento aéreo. Desta vez, o cliente é o San Juan Regional Medical Center, que atende uma vasta região dos Estados Unidos compreendendo os estados de Arizona, Colorado, Novo México e Utah. A aeronave vai se juntar à frota de ambulâncias aéreas do San Juan, sediada em Farmington, no Novo México, que já empregava um modelo Bell 222 e um avião.

“Essa venda confirma o sucesso do 429, o helicóptero com a maior cabine da categoria bi-turbina leve, no mercado de serviços médicos de emergência (SME). Como possui uma grande flexibilidade de configurações de cabine, é possível montar uma verdadeira UTI aérea na aeronave, levando dois médicos, um enfermeiro e duas macas que podem entrar por uma enorme porta traseira opcional”, ressalta Leonardo Fiuza, diretor Comercial da TAM Aviação Executiva, representante da empresa no Brasil.

Para o responsável pela área de salvamento aéreo e trauma do San Juan, Mike Berve, a escolha do 429 foi um upgrade natural, levando-se em conta o relacionamento de mais de 18 anos com a Bell, no segmento do transporte de pacientes: “O 429 oferece velocidade, flexibilidade, além de ganhos em performance e segurança, o que nos permitirá oferecer a nossos pacientes um serviço de salvamento rápido, seguro, confiável e de qualidade”. Criado em 1992, o serviço de salvamento aéreo do hospital opera 24 horas por dia. Só o Bell 222 já transportou mais de 10 mil pacientes perfazendo cerca de 13 mil horas de voo.

“Ficamos honrados pelo fato de o San Juan Regional Medical Center continuar a confiar nos produtos da Bell”, afirma Larry D. Roberts, vice-presidente Comercial da Bell, enaltecendo as qualidades que no seu entender explicam o sucesso do 429 nesse mercado: “O 429 continua a superar as expectativas operando em grandes altitudes e altas temperaturas. Aliadas à excelência da Bell em serviço e suporte ao cliente, essas qualidades garantem uma operação de sucesso”.