FedEx Corp. reporta forte crescimento nos lucros do terceiro trimestre

511
Foto: Enos Moura Filho

Lucro Operacional da FedEx Ground Cresce 43%

A FedEx Corp. (NYSE: FDX) reportou essa semana lucros de US$1,65 por ação diluída para o terceiro trimestre de seu ano fiscal, encerrado em 29 de fevereiro. Esse valor inclui uma reversão de US$ 0,10 por ação para a reserva da FedEx Express para assuntos legais. No ano passado, os lucros do terceiro trimestre foram de US$ 0,73 por ação diluída, incluídos os US$ 0.08 por ação diluída relativos a custos relacionados à fusão das operações da FedEx Freight e FedEx National LTL. Excluindo esses itens pontuais, os lucros foram de US$ 1,55 por ação diluída no terceiro trimestre, ante os US$ 0,81 por ação diluída de um ano atrás.

“Os resultados da FedEx Corp. decorrem dos aumentos de produtividade, do envio recorde de pacotes durante as festas de fim de ano e do desempenho excepcional da FedEx Ground”, disse Frederick W. Smith, chairman, presidente e CEO da FedEx Corp.. “Esperamos que este desempenho sólido se repita no quarto trimestre, coroando assim um forte ano fiscal.”

Resultados do Terceiro Trimestre

A FedEx Corp. divulgou os seguintes resultados consolidados para o terceiro trimestre:

·         Receita de US$ 10,56 bilhões, alta de 9% em relação aos US$ 9,66 bilhões do ano anterior

·         Lucro operacional de US$ 813 milhões, alta de 107% em relação aos US$ 393 milhões do ano passado

·         Margem operacional de 7,7%, que cresceu em relação aos 4,1% do ano anterior

·         Lucro líquido de US$ 521 milhões, alta de 126% em relação aos US$ 231 milhões de um ano atrás

O lucro operacional aumentou em função do forte e constante desempenho da FedEx Ground, estimulado por um aumento na produtividade e nos volumes, e também em função dos resultados sensivelmente melhores da FedEx Freight. O lucro operacional também reflete o impacto ano-a-ano positivo, predominantemente na FedEx Express, do benefício do intervalo entre o aumento nos preços do combustível e o momento em que as sobretaxas indexadas de combustível se ajustampara refletir o novo patamar. A empresa também se beneficiou de uma alíquota fiscal menor e de um inverno menos rigoroso.

Perspectivas

A FedEx projeta lucros de US$ 1,75 a US$ 2 por ação diluída no quarto trimestre e um lucro ajustado de US$ 6,35 a US$6,60 por ação diluída para o ano fiscal de 2012. Essa previsão pressupõe a atual perspectiva do mercado para os preços do combustível e um crescimento moderado na economia global. Considerando a reversão para reserva legal da FedEx Express, os lucros esperados são de US$ 6,43 a US$ 6,68 por ação diluída para o ano fiscal de 2012. A companhia divulgou lucros de US$ 1,75 por ação diluída no quarto trimestre do ano passado. A despesa de capital prevista para o ano fiscal de 2012 continua sendo de US$ 4,2 bilhões.

“Estamos muito satisfeitos com o ganho de desempenho da FedEx Ground e da FedEx Freight no terceiro trimestre”, disse Alan B. Graf, Jr. vice-presidente executivo e CFO da FedEx Corp.. “Estamos avaliando ações para ajustar a capacidade da rede doméstica da FedEx Express nos EUA e melhorar sua eficiência.”

Segmento FedEx Express

Para o terceiro trimestre, o segmento FedEx Express reportou:

·         Receita de US$ 6,54 bilhões, alta de 8% ante os US$ 6,05 bilhões do ano passado

·         Lucro operacional de US$ 349 milhões, alta de 96% ante os US$ 178 milhões do ano passado

·         Margem operacional de 5,3%, que cresceu em relação aos 2.9% ao ano anterior

A receita doméstica por pacote nos Estados Unidos cresceu 9% devido ao aumento na tarifa por libra e às sobretaxas de combustível, ainda que a volume diário de pacotes tenha caído 4%. A receita de IP (International Priority), referente a remessas expressas internacionais, por pacote cresceu 5% devido às sobretaxas de combustível e ao aumento da tarifa por libra, embora o volume diário de pacotes tenha caído 1%. A quantidade média diária de libras de carga expressa internacional cresceu 4%, com a receita por libra crescendo 2% em razão das maiores sobretaxas de combustível. No total, a média diária de pacotes de IP e o total de carga aumentaram 2%, e a receita aumentou 6% na comparação  ano-a-ano.

O lucro operacional e a margem melhoraram no trimestre, refletindo o benefício ano-a-ano do intervalo entre o início da cobrança da sobretaxa de combustível e início dos efeitos do aumento do combustível e a reversão de uma reserva de US$ 66 milhões para assuntos legais. Os resultados deste ano se beneficiaram de um dia a mais de operação, enquanto os resultados do ano anterior foram prejudicados pelo rigor do inverno.

Segmento FedEx Ground

Para o terceiro trimestre, o segmento FedEx Express reportou:

·         Receita de US$ 2,48 bilhões, alta de 14% ante os US$ 2,18 bilhões do ano passado

·         Lucro operacional de US$ 465 milhões, alta de 43% ante os US$ 325 milhões de um ano atrás

·         Margem operacional de 18,8%, alta em relação aos 14,9% do ano anterior

O volume médio diário de pacotes da FedEx Ground cresceu 5%, graças aos aumentos do serviços da FedEx Home Delivery, e do mercado business-to-business. A receita por pacote aumentou 8% devido, principalmente, ao aumento nas tarifas e às maiores sobretaxas de combustível. O volume médio diário da FedEx SmartPost subiu 13% devido, principalmente, ao crescimento do comércio eletrônico. A receita por pacote da FedEx SmartPost aumentou 5% devido, principalmente, às maiores sobretaxas de combustível.

O lucro operacional e a margem aumentaram devido, principalmente, ao aumento na receita por pacote e ao crescimento no volume. Durante o ano, continuamos reduzindo os tempos de trânsito através da aceleração de várias rotas em todo os Estados Unidos, o que resultou em índices consistentemente altos de pontualidade no serviço.

Segmento FedEx Freight

Para o terceiro trimestre, o segmento FedEx Freight reportou:

·         Receita de US$ 1,23 bilhão, alta de 10% ante o US$ 1,12 bilhão do ano passado

·         Prejuízo operacional de US$ 1 milhão, ante o prejuízo operacional de US$ 110 milhões de um ano atrás

·         Margem operacional de (0.1%), ante os (9,8%) do ano anterior

Os resultados da Less-than-truckload (LTL) aumentaram 6% graças às maiores sobretaxas de combustível e à melhora nos resultados de lucratividade na base. A média diária de envios da LTL aumentaram 2%, refletindo uma melhora sequencial durante o trimestre e bases de comparação favoráveis, consequência do inverno rigoroso do ano anterior.

Os resultados operacionais no trimestre melhoraram expressivamente em decorrência dos impactos positivos da maior produtividade e volume, inverno mais ameno, um dia a mais de trabalho e constantes ganhos de eficiência operacional. No trimestre do ano anterior, o segmento incorreu em despesas pontuais de US$ 43 milhões, devido à fusão das operações da FedEx Freight e da FedEx National LTL, ocorrida em 30 de Janeiro de 2011.