Gol Transportes Aéreos (Brasil) | Portal Aviação Brasil
Empresas Aéreas

Gol Transportes Aéreos (Brasil)

Gol Transportes Aéreos (Brasil)

A Gol foi fundada em 15 de Janeiro de 2001, em cerimônia realizada no Auditório do Hotel Hilton, em São Paulo, onde estávamos presenciando o lançamento oficial dos serviços da companhia aérea. Começou sua operação em sete cidades (São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília e Salvador).

Em 2002 já voava para 20 cidades com 16 Boeing 737, sendo 13 deles versão 700 e 3 versão 800. No dia 17 de março de 2002 a Gol entrou na Ponte Aérea Rio – SP, acirrando ainda mais a guerra tarifária da rota mais disputada do Brasil. Em 24 de junho de 2004 a Gol deu início a oferta pública de ações, estreando nas bolsas de New York e São Paulo ofertando 17,6% de seu capital total e no mês de dezembro iniciou vôos para Buenos Aires.

Parte de seu plano de redução de custos, o moderno Centro de Manutenção de aeronaves, inaugurado no dia 5 de setembro de 2006, deu maior autonomia à Gol e contribuiu para diminuir seus encargos com reparos terceirizados de aeronaves. Considerado o mais avançado do gênero na América Latina, o complexo possui 147 mil metros quadrados compostos por três hangares e mais cinco oficinas que permitem à companhia realizar a inspeção de rodas e freios, estruturas e interiores, entre outros aspectos das aeronaves e seus componentes.

Desde a sua inauguração, os números do CMA impressionam: cerca de 700 pessoas, entre elas engenheiros e técnicos, são responsáveis por 800 manutenções de aeronaves realizadas todos os anos. Já foram feitos mais de 47 mil reparos em rodas de trens de pouso, 4 mil janelas polidas manualmente, 23 mil assentos reformados, 7.500 freios reparados, 88 aeronaves pintadas e 22 mil litros de tintas utilizados.

A companhia iniciou também a instalação da segunda antena para conexão Wi-Fi em mais uma aeronave da frota (PR-GUG), a primeira a ser equipada com o sistema no Brasil. O processo será realizado pela equipe do Centro de Manutenção da companhia, que também será responsável por equipar toda a frota, em um prazo de até dois anos.

Em 10 de fevereiro de 2007 realizou o primeiro voo de sua aeronave 737-800 SFP (Short Field Performance) na ponte aérea Congonhas – Santos Dumont. O novo modelo 737-800 SFP foi desenvolvido pela Boeing, a pedido da GOL, para ser utilizado no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, que tem uma das pistas mais curtas do mundo,com 1.323 metros de extensão. Em março daquele ano assumiu o capital social da VRG Linhas Aéreas, sendo que em 30 de setembro de 2008 passaram a ser uma única empresa pela reestruturação societária.

Em julho de 2011 adquiriu 100% da Webjet e suas operações. Em 2012 Constantino Oliveira Junior deixou a Presidência da Gol para assumir a Presidência do Conselho de Administração.

Em 31 de janeiro de 2015 a companhia estendeu o voo que hoje serve a cidade de Bridgetown, a partir de Guarulhos, até Tobago. Em março iniciou as operações entre o aeroporto Doutor Leite Lopes, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, e o aeroporto de Congonhas, na capital paulista.

No final de agosto (2016) inaugurou o GOL Premium Lounge, na área de embarque internacional do Terminal 2 do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Com projeto arquitetônico inspirado na cultura brasileira, a nova sala VIP da companhia conta com espaços modernos e diferenciados que buscam oferecer mais conveniência e conforto aos clientes com vista para o pátio de aeronaves.

De janeiro a novembro de 2016 foram transportados 29.888.421 passageiros com uma média de 77,4% de aproveitamento. No mercado doméstico foram transportados 28.136.624 passageiros com 77,76% de aproveitamento e no mercado internacional 1.751.997 passageiros com 74,61% de aproveitamento.

No plano de frota da companhia, dos 28 Boeing 737-700NG que possuía ao final de 2016, três aeronaves serão devolvidas em 2017, uma em 2018, uma em 2019 e três em 2020, fechando em 20 B737-700NG em 2020. Dos 94 Boeing 737-800NG que possuía ao final de 2016, duas aeronaves serão devolvidas em 2017, uma em 2018, três em 2019 e quatro em 2020, fechando em 84 B737-800NG em 2020. Em 2018 a companhia receberá cinco Boeing 737 MAX-8, outras oito unidades em 2019 e outras doze unidades em 2020, fechando com 25 Boeing 737 MAX-8 em 2020.

Gol Transportes Aéreos - Frota

Atualizado em 7 de Janeiro de 2017
AeronaveOperacionalEncomendadosOpções de Compra
Boeing 737-70028
Boeing 737-8009414
Boeing 737 MAX 806060

 

 

Empresas Aéreas

More in Empresas Aéreas

THY Turkish Airlines (Turquia)

Aviação Brasil (Redação)13 de janeiro de 2017

Latam Airlines Brasil (Brasil)

Aviação Brasil (Redação)8 de janeiro de 2017

US Airways (USA)

Aviação Brasil (Redação)29 de dezembro de 2016

UPS (USA)

Aviação Brasil (Redação)29 de dezembro de 2016

Copyright © 2016 Aviação Brasil - AB Portais e Serviços em Tecnologia da Informação - (11) 2594-9806