Museu TAM comemora o Dia do Aviador

491

Para comemorar o Dia do Aviador, celebrado em 23 de outubro, o Museu TAM preparou uma programação especial com exposição de cerca de vinte aeronaves da revoada da cidade de Leme (SP), organizada pela Associação Lemense Aerodesportiva, apresentação da banda são-carlense do Tiro de Guerra e o anúncio oficial da incorporação de três novos aviões ao acervo: Tenco Globe Swift, Ryan PT-22 Recruit e uma réplica em tamanho real do Blériot XI, construído e doado ao museu por Pierre Artur Champs e seus dois netos. Os dois primeiros estão em condições de voo.

“É muito importante comemorarmos o Dia do Aviador, pois é sempre motivo de orgulho lembrar que foi nesta data, há 105 anos, que Santos Dumont voou pela primeira vez com o seu 14-Bis”, declara João Francisco Amaro, presidente do Museu TAM.

O Globe Swift é uma aeronave esportiva leve, de dois lugares, monoplano, do período pós-Segunda Guerra Mundial. O Ryan PT-22 Recruit foi criado na década de 30 e entrou em serviço nos anos 40 nas Forças Armadas dos Estados Unidos (U.S.A. Army Air Corps), além de ser usado pela China e o Equador como aeronave de treinamento militar. Já o Blériot – um monoplano leve e elegante, construído de carvalho e álamo – foi projetado e construído em 1908 e, no ano seguinte, fez o primeiro voo internacional da história quando cruzou o Canal da Mancha.

“Apresentamos grandes capítulos da história em nosso museu. Além disso, reunimos o maior acervo de aviação do mundo mantido por uma companhia aérea, que ficará ainda mais rico com as aeronaves que entrarão em exposição no próximo domingo. Além disso, temos modelos que já estão em restauração e poderão ser vistos em breve: os planadores Quero-Quero e Nhapecan, cedidos em comodato pelo Aeroclube de Guaratinguetá”, afirma João Amaro.

Em agosto, o Museu TAM inaugurou um restaurante temático para os visitantes. “Em breve convidaremos as pessoas a enviar sugestões de nomes relacionados à aviação para os nossos lanches e refeições”, completa Amaro.

Programação

09h30 – Chegada da revoada de Leme ao Museu, com cerca de 20 aeronaves que ficarão estacionadas em frente ao edifício;
10h às 11h – Apresentação da banda do Tiro de Guerra;
11h30 – Pronunciamento de João Amaro, presidente do Museu TAM, sobre as novas aeronaves do acervo.

O Museu TAM está localizado em São Carlos, no interior paulista, e reúne o maior acervo de aviação do mundo mantido por uma companhia aérea, e começou com duas aeronaves: um Cessna 140 e um Cessna 195. Hoje, já são mais de 70 aviões em exposição.

Além das aeronaves, são atrações o espaço TAM Kids, o simulador de voo, a área que explica o funcionamento dos equipamentos que impulsionam os grandes jatos, os 60 uniformes antigos da aviação, e o espaço Rolim, que conta a história e a trajetória da TAM e de seu fundador. O museu tem ainda um auditório utilizado para palestras, conferências e eventos culturais.

Os mais atuais recursos tecnológicos foram empregados para tornar a viagem pelo universo da aviação mais informativa e interativa. Audioguides em quatro línguas (português, francês, inglês e espanhol) bem como videoguides, para deficientes auditivos, estão disponíveis. Algumas das peças são exibidas em cenografias que retratam o ambiente em que operavam, inserindo o visitante no contexto histórico.