Matérias

O que os passageiros esperam do Wi-Fi a bordo?

O que os passageiros esperam do Wi-Fi a bordo?
Foto: Enos Moura Filho

Foto: Enos Moura Filho

Em sua segunda pesquisa anual, a Honeywell Aerospace descobriu que o Wi-Fi a bordo está se tornando cada vez mais influente no comportamento de compra e uso de wireless de passageiros, como na hora de escolher o voo e, em alguns casos, levando-os a pagar mais por um voo específico.

Em sequência à Pesquisa sobre Conectividade Wireless 2013, e com o aumento da popularidade do Wi-Fi, a pesquisa da Honeywell de 2014 mostra que passageiros esperam uma conexão Wi-Fi constante e rápida durante suas viagens. A pesquisa foi conduzida pela Kelton entre mais de 1.000 adultos nos Estados Unidos que tenham utilizado Wi-Fi em aviões nos últimos 12 meses.[1]

“Você pode trazer suas próprias refeições, mas não pode trazer seu Wi-Fi de casa,” disse Jack Jacobs, vice-presidente de Marketing e Gerenciamento de Produto da Honeywell Aerospace. “A indústria comercial de aviação deve estar atenta às demandas dos passageiros, dando a eles liberdade para permanecerem conectados na hora e no lugar que desejarem. A pesquisa da Honeywell afirma que os clientes estão acostumados ao acesso fácil ao Wi-Fi, e que esperam que a conexão seja rápida e constante como a de casa ou do trabalho. Estas expectativas também estão se expandindo para os voos.”

Conectividade é crucial

De acordo com os resultados, os passageiros também acreditam que a conectividade wireless deveria sempre fazer parte da experiência de voo, e ela pode até ser vista como uma necessidade:

●     A disponibilidade de Wi-Fi a bordo influencia na escolha do voo para 66% dos passageiros.
●     Aproximadamente um entre quatro (22%) admitiu ter pago mais por um voo com  Wi-Fi, e quase um entre cinco (17%) mudou de sua companhia aérea de preferência para outra com melhores ofertas de Wi-Fi.
●     A demanda é tão grande que 37% ficariam decepcionados se não tivessem acesso ao Wi-Fi em um próximo voo, o que equivale ao número (35%) daqueles que ficariam desapontados com a falta de comida e bebida oferecidas durante uma viagem.
●     Dos entrevistados, 85% usariam Wi-Fi em todos ou em quase todos os voos se fosse gratuito.

Sacrifício pela Velocidade

Acesso constante é  fundamental, mas os passageiros também desejam conexões rápidas que permitam a visualização de vídeos, conversar ao vivo com amigos e parentes e baixar arquivos mais rapidamente. Quase metade dos entrevistados estaria disposto a passar por inconveniências durante a viagem por um  Wi-Fi tão rápido quanto o de casa. Deste grupo:

●     Mais de dois entre cinco (45 %) destas pessoas aceitaria passar duas vezes por inspeções de segurança.
●     Mais de um a cada três (34 %) chegaria três horas antes do embarque por uma conexão mais rápida.
●     Vinte e nove até mesmo trocariam a passagem por um voo standby em um avião com  Wi-Fi tão rápido quanto de suas casas.

Diversão com Wi-Fi

Os resultados da pesquisa Honeywell mostram que passageiros desejam Wi-Fi rápido e constante e descobriu por que isso é tão importante para eles. Uma conectividade consistente permite maior produtividade, entretenimento e um pouco de diversão:

●     Trinta e nove por cento receberam notícias instantâneas pessoais ou gerais durante o voo.
●     Perto de um entre cinco (19 %) usou Wi-Fi a bordo para planejar sua próxima viagem.
●     Nove por cento dos entrevistados fingiram estar no serviço durante a viagem.

Passageiros se mantêm entretidos no voo com Wi-Fi e, curiosamente, a pesquisa revelou que mais da metade (54 %) se sentiria envergonhada se alguém ao redor visse o que fazem para se divertir como, por exemplo:

●     Cinquenta por cento ficariam envergonhados se alguém os visse acessando um site de relacionamentos.
●     Trinta e dois por cento ficaria envergonhado se fosse visto assistindo a vídeos de gatos.
●     Trinta por cento não gostaria de ser visto assistindo a filmes infantis.

A pesquisa de Wi-Fi da Honeywell Aerospace foi realizada entre os dias 6 e 19 de junho de 2014, com 1.045 americanos de 18 anos ou mais, que tenham tido acesso a Wi-Fi durante um voo nos últimos 12 meses, usando um convite por email e um questionário online pela Kelton, uma empresa de pesquisas líder global. Resultados de qualquer amostra estão sujeitos a variações. A  magnitude da variação pode ser medida e é afetada pelo número de entrevistas e o nível de porcentagens que expressam os resultados. Neste estudo em particular, é provável que 95 entre 100 que um resultado não varie, para menos ou mais, por mais de 3 pontos  percentuais do resultado que seria obtido se as entrevistas fossem realizadas com todas as pessoas do universo representadas pela amostra. A margem de erro para qualquer subgrupo seria levemente maior.

Matérias

More in Matérias

Sintomas, doenças e recomendações para voos de longa distância

Aviação Brasil (Redação)8 de novembro de 2016

Gol apresenta nova identidade visual

Aviação Brasil (Redação)16 de julho de 2015

O futuro das viagens aéreas: Administrando a cadeia de viagem por completo

Aviação Brasil (Redação)13 de novembro de 2014

Melhorar a experiência do viajante construindo uma base de dados melhor

Aviação Brasil (Redação)24 de setembro de 2014

Copyright © 2017 Aviação Brasil - AB Portais e Serviços em Tecnologia da Informação - (11) 2594-9806