A Avianca Brasil transportou em 10.940.443 passageiros no ano de 2017, com um crescimento de 18,23% comparado a 2016. Nos cinco primeiros meses de 2018 já transportou 5.097.735 passageiros, com crescimento de 22,89% comparado ao mesmo período de 2017. O mercado doméstico apresentou um crescimento para a Avianca Brasil de 17,72% de passageiros transportados e o mercado internacional 5.421%. Este crescimento internacional no período é explicado pela expansão internacional da companhia. Até maio de 2017 a Avianca Brasil operava um único trecho internacional, Fortaleza – Bogotá, e neste período foram abertas novas bases como Miami, New York, Recife, Salvador, Santiago e São Paulo (Guarulhos) para rotas internacionais. No mercado doméstico, neste período, passou a voar para Vitória, no Espírito Santo.

De todas as bases da companhia, São Paulo (Guarulhos) é a que tem maior representatividade no volume de passageiros transportados, com 25.27%, seguida de Brasília, com 11,1% e Salvador, com 8,64%.

Em Guarulhos, a Avianca Brasil apresentou crescimento de 36,61% nos passageiros embarcados até maio de 2018 e possui um market-share doméstico no aeroporto de 22,43%. Internacionalmente, a Avianca Brasil responde por 3,44% dos passageiros embarcados em Guarulhos.

Em carga aérea, a companhia representa 28,58% da carga embarcada em Guarulhos para voos domésticos e 3,61% do volume para o exterior.

No market-share doméstico a companhia é a quarta colocada em passageiros transportados com 12,69% do volume total com um crescimento de 17,72% já citado acima.

A companhia opera hoje para as cidades de Aracaju, Belém (base inaugurada em junho de 2018), Brasília, Campo Grande, Chapecó, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Foz do Iguaçu, Goiânia, Ilhéus, João Pessoa, Juazeiro do Norte, Maceió, Natal, Navegantes, Petrolina, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), Salvador, São Paulo (Congonhas e Guarulhos) e Vitória. Internacionalmente opera para Bogotá, Miami, New York e Santiago.

Um pouquinho da história da Avianca Brasil! Ela criada em 1998 como OceanAir, uma empresa de táxi aéreo voltada a prestação serviços do setor do petróleo, na Bacia de Campos, no Estado do Rio de Janeiro. Em 2001 adquiriu suas três primeiras aeronaves, ex Rio Sul, modelo Embraer 120 através de leasing. Em março de 2002 iniciou seus voos regulares entre o Rio de Janeiro – Santos Dumont, para Campos e Macaé. Outras linhas foram abertas e a companhia passou a operar nas cidades de São Paulo (Guarulhos e Congonhas), Lages e Videira. Em agosto chegou a Cascavel, Chapecó, Governador Valadares, Ipatinga, Ponta Grossa e Vitória.

Em 2003 recebeu cinco novos Embraer 120 e dois Fokker 50 para operar nas novas linhas de Barreiras, Brasília, Campina Grande, Campinas, Fortaleza, João Pessoa, Juazeiro do Norte, Petrolina, Recife, Ribeirão Preto, Salvador e Sorocaba.

Em 2004 novas cidades passaram a ser atendidas. Curitiba, Lençóis, Paulo Afonso, Porto Alegre, Rio Grande, Santo Ângelo e São José dos Campos.

Em 28 de fevereiro de 2005 a OceanAir reorganizou sua malha de voos no Nordeste oferecendo melhores frequências em destinos já operados. Em 8 de agosto de 2005 assumiu as operações comerciais da Avianca em São Paulo.

No dia 9 de janeiro de 2006 o primeiro jato Fokker 100 da empresa, chamado de MK-28, iniciou voo de Congonhas para Galeão – Salvador – Maceió – Fortaleza – Juazeiro do Norte. Naquele ano recebeu autorização para voar para as cidades de Johannesburgo (África do Sul), Lagos (Nigéria), Lima (Peru) e de Los Angeles (Estados Unidos), concedida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Para isso negociou a aquisição, por meio de leasing operacional, de três aeronaves sendo um Boeing-757 e dois 767. No dia 17 de junho de 2006 iniciou acordo de codeshare com a BRA, acordo este que deveria ter duração de dois anos, mas terminou no dia 30 de setembro de 2006.

Em 2008 descontinuou a linha do México e transferiu para a Avianca Colômbia os Boeing 757 e 767 que operava. Em abril de 2010 passou a adotar o nome Avianca, com a chegada do seu primeiro Airbus A319. O período pós 2012 foi marcado pela chegada das novas aeronaves Airbus A318, A319 e A320.

Em maio de 2014 passou a oferecer o serviço de check-in pelo celular, uma grande comodidade e facilidade aos clientes. Em julho de 2015 a Avianca passou a integrar a Star Alliance. A rede foi constituída em 1997 como a primeira aliança de companhias aéreas global, oferecendo alcance mundial, reconhecimento e serviços integrados aos viajantes internacionais, tendo em sua história empresas brasileiras participantes como a Varig e TAM, hoje na Oneworld. Em agosto de 2015 realizou seu primeiro voo com o Airbus A318 para o Aeroporto Lauro Kortz, em Passo Fundo, Rio Grande do Sul. A chegada da aeronave marcou uma nova etapa do processo de unificação da frota da companhia no País, que substituiu suas aeronaves Fokker 100 pelos modelos Airbus.

Foi certificada em março de 2016 pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar no Aeroporto Internacional de São Paulo sob a Categoria III (A) do sistema de aproximação por instrumentos, que prevê pousos em condições visuais mais restritas, de até 200 metros. Com essa liberação, a companhia tornou-se a primeira e única do país a poder operar voos domésticos em Guarulhos, mesmo em momentos de nevoeiro. Em outubro de 2016 recebeu seu primeiro A320neo. O modelo foi o primeiro das Américas com motores LEAP-1A CFM International e a Avianca Brasil foi a terceira companhia do mundo a recebê-lo.

Em 2017 iniciou voos de Recife e Salvador para Bogotá e de São Paulo para Miami, New York e Santiago do Chile. A rota São Paulo – Bogotá, iniciada em setembro, foi operada até dezembro.

A companhia ainda é reconhecida pela qualidade de seus produtos e serviços, como refeição de bordo gratuita, entretenimento individual e maior espaço entre poltronas (é a única no país a estampar a categoria “A” do Selo Dimensional ANAC em todas as fileiras de assentos de todas as aeronaves da frota).

É uma companhia integrante da Star Alliance. Veja quais são as empresas integrantes.
Adria Airways, Aegean Airlines, Air Canada, Air China, Air India, Air New Zealand, ANA, Asiana Airline, Austrian, Avianca, Avianca no Brasil, Brussels Airlines, Copa Airlines, Croatia Airlines, EGYPTAIR, Ethiopian Airlines, Eva Air, LOT Polish Airlines, Lufthansa, Scandinavian Airlines, Shenzhen Airlines, Singapore Airlines, South African Airways, SWISS, TAP Portugal, THAI, Turkish Airlines e United.

Publicidade

Comments are closed.