Sita apresenta solução para otimizar o controle da aeronave | Portal Aviação Brasil
Notícias

Sita apresenta solução para otimizar o controle da aeronave

Sita apresenta solução para otimizar o controle da aeronave
Foto: Enos Moura Filho

Foto: Enos Moura Filho

A Sita apresentou uma tecnologia inovadora que permitirá às companhias aéreas rastrear suas aeronaves, de forma eficiente e com baixo custo. A solução, que está sendo avaliada por várias companhias aéreas, vai utilizar a tecnologia que já está instalada no avião para fornecer recursos avançados de rastreamento.

A solução Sita AIRCOM Server Flight Tracker vai permitir que as companhias aéreas acompanhem o movimento das aeronaves através da fusão do sistema central de despacho da Sita e o servidor central de operações ou airline operations center system (AIRCOM), com a aplicação do sistema de navegação aérea futura ou Future Air Navigation System (FANS), que está disponível aos provedores de serviço de navegação aérea ou Air Navigation Service Providers (ANSPs). O sistema FANS já está instalado em muitas aeronaves. Por isso, a solução não exige grande custo ou investimento adicional das companhias aéreas.

“A Sita é 100% de propriedade da comunidade de transporte aéreo e tem trabalhado com os parceiros da indústria de aviação para definir a próxima geração de tecnologia para mais de 65 anos. Seremos capazes de trazer essa solução avançada de rastreamento de aeronaves para a indústria o quanto antes e estamos no momento de testes e acordos”, diz Francesco Violante, CEO da Sita. “O forte da solução é que pode ser desenvolvida rapidamente, o que irá exigir um custo mínimo das companhias aéreas”, completa.

A solução Sita AIRCOM Server Flight Tracker permitirá o rastreamento ponto a ponto dos voos para as condições e os parâmetros das aeronaves estabelecidos através de seus próprios contratos ADS (Automatic Dependent Surveillance). Este, por sua vez, ajudará a companhia aérea a reagir a eventos diferentes na aeronave, incluindo a adaptação do ritmo de rastreamento, conforme o caso. A solução pode ser totalmente gerenciada a partir do solo e não depende de ações da tripulação ou da cabine já que os dados são enviados automaticamente após a inicialização.

Ao empregar a nova solução Sita AIRCOM Server Flight Tracker, os despachantes de voo serão alertados para movimentos inesperados das aeronaves utilizando contratos de Vigilância Dependente Automática FANS ou FANS Automatic Dependent Surveillance – Contract (ADS-C), aplicativo que solicita informações sobre a posição da aeronave, cruzando os limites entre as regiões de informação de voo dos ANSPs. Isso irá evitar eventuais lacunas entre o rastreamento ANSP da aeronave e irá cobrir áreas onde os ANSPs ainda não possuem os sistemas terrestres FANS. As companhias aéreas também serão capazes de ver qualquer perda inesperada de contato entre seus aviões e o sistema terrestre FANS, através do monitoramento das mensagens do Serviço de Tráfego Aéreo FANS ou FANS Air Traffic Services (ATS) Facilities Notification de suas aeronaves para logar ou serem transferidas entre sistemas terrestres FANS dos ANSPs.

O catalisador para o desenvolvimento da solução foi a Reunião Especial da Organização Internacional da Aviação Civil ou International Civil Aviation Organization (ICAO) sobre rastreamento global de voo, em maio, onde as companhias aéreas foram incentivadas a utilizar equipamentos e procedimentos existentes para apoiar o rastreamento de voos. A reunião resultou no desenvolvimento de uma força-tarefa liderada por ICAO e pela Associação Internacional de Transporte Aéreo ou International Air Transport Association (IATA) para avaliar as possíveis soluções para melhorar o rastreamento de voo. A Sita irá cumprir qualquer solução determinada pela Força-Tarefa.

As companhias aéreas que utilizam a nova solução Sita também podem se beneficiar da mais recente proposta, a Inmarsat, para relatórios de controle de aeronaves. A Sita fornece soluções a mais de 150 companhias aéreas, voando em mais de 10.000 aeronaves, com serviços de comunicações de aeronaves e sistemas de informação (ACARS) e link de dados por meio de sua rede global AIRCOM. Esta rede é composta por 1.400 estações de rádio VHF e links via satélite.

Notícias

More in Notícias

Embraer atinge metas com entrega de 108 jatos comerciais e 117 executivos em 2016

Aviação Brasil (Redação)13 de janeiro de 2017

Airbus bate metas para 2016

Aviação Brasil (Redação)13 de janeiro de 2017

Royal Air Maroc faz ajustes em voos no Brasil

Aviação Brasil (Redação)13 de janeiro de 2017

Azul fará Recife – Mossoró com ATR 72-600

Aviação Brasil (Redação)12 de janeiro de 2017

Copyright © 2016 Aviação Brasil - AB Portais e Serviços em Tecnologia da Informação - (11) 2594-9806