Spotters e aficionados – Organizar é preciso!

7212

Spotters!!! A vida dos amigos apaixonados pela aviação deu uma guinada extraordinária no final dos anos 90 e início dos anos 2000!! Os antes quase anônimos pelo Brasil, ganharam destaque com a popularização das máquinas fotográficas digitais e até os aparelhos celulares, para os menos providos de recursos financeiros.

Antes, espalhados pelo Brasil, usavam suas máquinas fotográficas de filme, de 12, 24 e 36 poses, Asa 100, 200 e 400…faziam suas fotos no aeroporto, corriam para os laboratórios de revelação e comemoravam seus feitos e ou seus defeitos, porque diferente da foto digital, não enquadrou errou, e não dá para acertar todas no centro da imagem!

Essa fase foi boa para calibrar a pontaria dos que viveram essa época e hoje só se beneficiam da tecnologia de suas Canon e Nikon pelos aeroportos mundo afora!

Os antes quase ocultos spotters também utilizavam muitas vezes seus rádios receptores para escutar a fonia entre pilotos e controladores de voos. Hoje, sites como o flighradar24.com auxiliam ao vivo no acompanhamento de todos esses voos pelo mundo

Pequenos grupos foram formados pelo Brasil na década de 90. Talvez o mais conhecido fosse a AETA – Associação de Escuta do Tráfego Aéreo, formada pelo amigo, hoje Comandante, Robert Zwerdling, em São Paulo. Ainda nos anos 90 foi formado o COTAN – Clube de Observação do Tráfego Aéreo Nacional, que posteriormente passou a se chamar APOVOOS – Associação Paulista de Observadores de Voos, fundado pelo então Editor Chefe atual do Portal Aviação Brasil, Alexandre Barros. Ainda existia o Radar – Associação Aeronáutica, de Porto Alegre, dos irmãos Milke.

Em uma época em que não existia internet, somente a APOVOOS possuía aproximadamente 500 associados em todo o Brasil, que regularmente participavam de visitas vocacionais agendadas em Torres de Controle, Controle de Tráfego Aéreo e Centros de Manutenção de Aeronaves e formação de pilotos e comissários. Visitas que ocorreram em SP (Congonhas e Guarulhos), Campinas, Belo Horizonte (Confins e Pampulha), Rio (Galeão), Fortaleza, Recife, Ribeirão Preto e Porto Alegre. Muitas vezes, associados conseguiram realizar visitas em outras localidades devido apoio e patrocínio conseguidos por companhias aéreas da época, com passagens sem custo para muitos dos destinos citados.

A própria Infraero emitiu um documento oficial, através de sua presidência, reconhecendo o trabalho do grupo e facilitando na época a atividade de fotografias no pátio de aeronaves em todos os aeroportos nacionais. Era o apoio que faltava e o reconhecimento de um trabalho bem sucedido.

O boom da internet no início dos anos 2000 fez com que a APOVOOS deixasse de produzir sua publicação interna para entrar na era “www” e entrou justamente com o nome de aviacaobrasil.com.br. De lá para cá houve uma mudança no foco editorial do portal e no foco de atuação. Para lidar com os spotters é preciso tempo, muita organização e dedicação, e o foco de atuação tinha mudado.

Passados 17 anos, e o tempo voa, o Portal Aviação Brasil resolveu reorganizar sua agenda para poder atender a inúmeros pedidos de aficionados da aviação, com o retorno das visitas que eram realizadas anteriormente pela APOVOOS e AETA.

O Portal está se organizando para tais eventos, visto a grandeza e dimensão que aficionados e spotters tomaram em todo o Brasil. O primeiro passo é cadastrar a todos, entender o que lhes faltam hoje e onde querem conhecer. As portas dos aeroportos estão mais abertas, mas não é somente fotos que os spotters querem.

Vamos reorganizar e conhecer a todos. Vamos procurar unir grupos e  pessoas em razão de um interesse comum. Vamos tentar ser mais democráticos. Mas para isso, precisamos conhecer você um pouco melhor para direcionar os eventos onde há um maior interesse coletivo.

Se há interesse em participar dos eventos que criaremos, precisamos, neste primeiro momento, conhecer você, onde mora, o que faz, se é spotter ou não e o que gostaria de conhecer.

Preencha o cadastro abaixo e aguarde que em pouco tempo teremos uma grande novidade a todos vocês! Ah, importante…não esqueça de compartilhar esta informação com aquele amigo ou amiga que está ou estará sempre junto de você no dia a dia dos aeroportos.

Grande Abraço
Alexandre Barros

[wysija_form id=”4″]