Workshop de manutenção de jatos da Embraer completa 10 anos

698

Começou ontem a décima edição do Maintenance Cost Workshop (MCW), organizado pela Embraer. O evento de três dias é realizado na cidade de São José dos Campos, a cerca de 90 km da capital paulista, e reúne clientes e operadores da empresa  líder mundial na fabricação de jatos comerciais de até 120 assentos. O objetivo principal é compartilhar as melhores práticas e fornecer informações para auxiliar no gerenciamento dos custos de manutenção dos jatos das famílias ERJ 145 e de E-Jets.

“Temos a satisfação de receber vários de nossos clientes e operadores nesta edição histórica do MCW”, disse Luiz Hamilton Lima, Diretor de Suporte e Serviços ao Cliente da Embraer – Aviação Comercial. “Sabemos que a otimização dos custos de manutenção na aviação é uma tarefa complexa e vital para o desempenho dos operadores. Dessa forma, uma das nossas atividades de suporte é realizar anualmente o MCW, no intuito de contribuir para a redução dos gastos de manutenção dos clientes e melhorar a disponibilidade da frota de jatos Embraer.”

A família de jatos ERJ 145 é composta por quatro modelos – ERJ 135, ERJ 140, ERJ 140 e ERJ 145 XR – com capacidade de 37 a 50 assentos. Os mais de 1.100 jatos em operação em todo o mundo, incluindo cerca de 200 unidades configuradas para clientes da aviação executiva e segmento de defesa, acumularam mais 16 milhões de horas vôo desde 1996, com a impressionante taxa de confiabilidade operacional de 99,8%.

A família de E-Jets trilha o mesmo caminho de sucesso. Composta por quatro modelos – EMBRAER 170, EMBRAER 175, EMBRAER 190 e EMBRAER 195 – com capacidade de 70 a 122 assentos, entrou em operação em 2004 e foi escolhida por 56 empresas em 39 países. Na última semana, o 700º avião da família foi entregue e a frota se aproxima das 5 milhões de horas de vôo. O número de ordens firmes ultrapassa 900 unidades.

Os mais de 20 operadores da Embraer que participam do evento terão a oportunidade de conhecer casos reais relatados por outras empresas. Eles também conhecerão a opinião da fabricante dos aviões sobre as alternativas mais indicadas para cada situação.