Boeing apresenta cabine de comando do 787 Dreamliner

Filed under Últimas Noticias

A Boeing apresentou no início de setembro a cabine de comando do seu novo avião de passageiros, o 787 Dreamliner.

A nova cabine apresenta tecnologias inovadoras, ao mesmo tempo em que mantém uma significativa similaridade com o popular jato 777 e outros modelos da Boeing. A combinação oferece às companhias aéreas um duplo benefício – melhorias operacionais e comunalidade que resulta em economia.

“Trabalhamos com as companhias aéreas e os pilotos do mundo inteiro para assegurar que os avanços introduzidos no 787 ajudem os pilotos a gerenciar melhor a carga de trabalho”, declarou Mike Bair, vice-presidente e gerente geral do programa 787.

A nova cabine de comando apresenta telas maiores em relação às encontradas em outras aeronaves. As cinco telas medem 12 x 9.1 polegadas e oferecem 546 polegadas quadradas de espaço de tela. É duas vezes o espaço oferecido no Boeing 777, permitindo que os pilotos tenham acesso a mais informações.

Outras funções importantes da nova cabine de comando do 787 são os head-up displays (HUDs) e electronic flight bags. A Boeing oferece os HUDs e os electronic flight bags em outros modelos. No 787, entretanto, eles são itens básicos. O HUD permite que os pilotos visualizem as informações do vôo ao mesmo tempo em que olham pelas janelas, pois as informações são exibidas no nível do olhar. Os electronic flight bags são o equivalente digital do flight bag do piloto, e incluem mapas, gráficos e manuais, entre outros dados.

“Uma das maneiras que encontramos para fazer do 787 um bem mais valioso para as companhias e financiadoras foi oferecer mais funções como itens básicos”, explicou Bair. “Desta forma, os aviões 787 podem ser movimentados entre frotas com mais facilidade.”

Um outro modo de ajudar as operadoras do 787 é oferecer comunalidade com o 777. Os pilotos de aviões 777 precisarão de apenas cinco dias de treinamento para operar o 787. As companhias aéreas que utilizam uma frota mista, na qual o piloto opera mais de um tipo de avião, apreciarão o fato de o 777 e o 787 estarem configurados para tais operações.

“O trabalho de configuração da cabine de comando e de determinar como o avião irá operar teve o intuito de ajudar o piloto a ter melhor acesso às informações, para que tome as melhores decisões possíveis”, declarou Bair.

O 787 oferece novos formatos de informação, incluindo um mapa móvel de aeroportos para operações mais seguras de taxiamento e um vertical situation display (VDS) que mostra os perfis dos terrenos em forma gráfica.

“Esta cabine de comando foi projetada para oferecer o melhor ambiente de trabalho para os pilotos”, disse Mike Carriker, piloto chefe do programa 787. “Qualquer um que já tenha operado um jato comercial da Boeing se sentirá em casa no 787 e também perceberá notáveis melhorias.”

Como a cabine de passageiros, a cabine de comando apresentará um estilo único que ajuda a criar uma atmosfera agradável. Os pilotos apreciarão a reduzida altitude máxima de cabine de 6.000 pés.

“Assim como projetamos uma cabine com janelas mais amplas e arquitetura agradável para agradar os passageiros que buscam uma experiência melhor de vôo, os pilotos também irão querer operar o 787 por causa de sua cabine de comando”, completou Carriker.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Get our toolbar!