Raytheon vende a Raytheon Aircraft Company

Filed under Últimas Noticias

A Raytheon divulgou a finalização da venda de sua subsidiária Raytheon Aircraft Company (RAC). O anúncio da venda havia sido feito no dia 21 de dezembro de 2006, mas a negociação estava sujeita às aprovações regulatórias. A companhia foi vendida por US$ 3,3 bilhões para a Onex Partners e a GS Capital Partners, afiliada à Goldman Sachs. Com a venda, foi criada a nova empresa, Hawker Beechcraft Corporation.

A negociação abre um novo capítulo na história de duas das mais tradicionais e inovadoras marcas da aviação: a Beechcraft e a Hawker. A nova empresa é controlada por fortes fundos de investimento com ampla experiência na indústria aeronáutica, o que trará novos recursos. São esperados grandes investimentos para expandir a linha de produtos e acelerar seu ritmo de crescimento, que já tem sido expressivo nos últimos anos.

Tanto a Onex quanto a Goldman Sachs possuem portfólios de investimentos sólidos e diversificados, além de forte experiência no setor aeronáutico. A Onex controla a Spirit AeroSystems, ex-subsidiária da Boeing, e a CMC Electronics do Canadá. A Goldman Sachs já foi a principal investidora na NetJets e atualmente possui a principal participação na Adam Aircraft.

A Hawker Beechcraft Corporation leva grande vantagem na fabricação de aeronaves executivas, justamente por oferecer uma gama completa de aeronaves (jatos, turboélices e pistão), seguindo sempre o conceito de que há um avião específico para cada missão. Seu market-share (fatia de mercado) é de 38% do mercado de aeronaves executivas a turbina, o que a faz líder no mercado brasileiro. Somente o modelo King Air possui mais de 200 aeronaves cruzando os céus do país, o que corresponde a um terço da frota executiva brasileira a turbina. Um excelente exemplo deste domínio foi o desempenho de vendas do King Air C90GT no Brasil em 2006, que manteve seu posto de turboélice mais vendido no país.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Get our toolbar!