747 Large Cargo Freighter da Boeing está em pleno desenvolvimento

209

A Boeing disse ontem que o desenvolvimento do 747 Large Cargo Freighter ocorre de acordo com o planejado. Os cargueiros modificados estão prontos para transportar em 2007 grandes partes dos primeiros Boeing 787 Dreamliners.

“Temos uma excelente equipe de engenharia trabalhando no design deste avião singular”, declarou o vice-presidente de Fabricação e Qualidade do 787, Scott Strode. “Este tipo de conversão é o sonho de qualquer engenheiro. É um projeto extremamente desafiador e essencial para o sucesso do Dreamliner.”

A Boeing anunciou, na semana passada, a importante “swing zone” do cargueiro, a parte traseira da fuselagem do Large Cargo Freighter que abre para carga e descarga das estruturas compostas do 787. Esta seção está sendo projetada em conjunto com a companhia espanhola Gamesa Aeronautica. A Gamesa é a primeira fornecedora da Espanha a participar do programa do Dreamliner.

A Boeing também disse que os engenheiros da Boeing Rocketdyne, localizada em Canoga Park, na Califórnia, estão dando assistência à equipe de design estrutural em Everett, Washington, com relação às mudanças no cockpit do Large Cargo Freighter. O cockpit é a única área pressurizada do avião. Strode disse que o trabalho está focado nas modificações nos decks superior e inferior e na recolocação de diversos sistemas na seção frontal da aeronave.

Os engenheiros do Boeing Design Center, em Moscou, estão ajudando no design das fuselagens superior e traseira expandidas do cargueiro, assim como do chão do principal deck de carga e da “zona de transição”, que une a nova estrutura. O Large Cargo Freighter poderá transportar três vezes mais carga que os atuais cargueiros 747-400s em operação.

O fornecedor do design para o anteparo de pressão que une o cockpit à fuselagem será definido após a finalização dos contratos. Não serão necessárias mudanças no design das asas do cargueiro e os engenheiros da Boeing aumentarão o fin vertical do avião em 1,5 metro para ajudar o controle de vôo pelos pilotos.

A equipe do Large Cargo Freighter chegou à configuração final do avião em outubro. Depois que o trabalho detalhado de design do avião estiver completo, a maior parte dos componentes será entregue pelos atuais fornecedores do 747, de acordo com Strode. As partes seguirão então para Taipé, onde os aviões serão convertidos pela Evergreen Aviation Technologies Corporation (Egat), uma joint venture da EVA Air e da General Electric, e parte integrante do Evergreen Group, de Taiwan.

As atualizações dos sistemas serão fornecidas pelos atuais fornecedores do 747.

A Boeing decidiu que o avião permanecerá sem pintura até que a operadora dos aviões seja escolhida, no final do ano. “Sabemos que a Boeing não irá operar estes aviões”, disse Strode. “Estamos conversando com vários interessados e o branding deve ser decidido durante o processo de negociação.”

Dois Large Cargo Freighters serão necessários para dar suporte à produção inicial de 787s. Os dois 747-400s que serão convertidos foram comprados pela Boeing no ano passado. A Boeing continua procurando um terceiro avião para entrar em serviço mais tarde. A certificação do primeiro Large Cargo Freighter ocorrerá em 2006 e a aeronave retornará ao serviço em 2007 para a montagem final dos primeiros Dreamliners.

O 787 é uma família nova de aviões médios que oferecerá economia para as companhias aéreas e mais conforto aos passageiros. Ela entrará em serviço em 2008. A Boeing já recebeu 191 pedidos e compromissos para o 787 de 15 companhias aéreas.

FONTE: Aviação Brasil / Boeing – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP