A Boeing e a Singapore Airlines Fecham Pedido Recorde de 777-300ERs

140

A Boeing e a Singapore Airlines (SIA) finalizaram um pedido de 18 jatos Boeing 777-300ER (Extended Range). O negócio está avaliado em US$ 4,1 bilhões, de acordo com as tabelas oficiais.

Com este pedido, a SIA se torna a maior cliente de 777s no mundo, quebrando o recorde de pedidos de 777-300ERs. A companhia já encomendou um total de 77 unidades da família de bimotores. A International Lease Finance Corp. é o único cliente a pedir 18 Boeing 777-300ERs. Isto eleva o total de pedidos de 777-300ERs para 104.

“Estamos muito felizes com a Singapore Airlines unindo-se à família de 777s de longa distância”, declarou Larry Dickenson, vice-presidente de Vendas da Boeing Commercial Airplanes para a região Ásia-Pacífico. “O 777-300ER oferecerá uma expressiva eficiência operacional, excelente experiência na cabine para os passageiros e comunalidade com a extensa frota de 777s da linha aérea.”

O 777-300ER, equipado com motores GE90-115B da General Electric, permitirá à SIA alcançar as suas metas de crescimento e manter a sua frota como uma das mais jovens da indústria, com idade média de apenas cinco anos.

“A aviônica e os materiais de alta tecnologia, aliados à alta eficiência operacional, permitem ao 777-300ER reduzir os custos operacionais”, declarou o CEO da SAI, Chew Choon Seng. “O novo avião integrará a nossa frota, que é muito popular entre os passageiros.”

O 777-300ER acomoda aproximadamente 365 passageiros, tem alcance de 7.880 milhas náuticas e será utilizado nas rotas de médias e de longas distâncias da SIA.

A família de aviões 777 é a mais avançada do mundo, com o melhor índice de confiabilidade de sua categoria. Com este pedido, 37 companhias aéreas já encomendaram 665 Boeing 777s, ultrapassando o concorrente direto em uma proporção de dois para um. O 777 é o preferido dos passageiros em sua categoria. Desde o seu lançamento, é o avião de dois corredores mais vendido na história.

Atualmente, a SIA opera 89 aeronaves de dois corredores, incluindo 29 modelos 747-400s, 55 aviões 777-200s e -300s, além de ter outros 777s na reserva.

FONTE: Aviação Brasil / Boeing – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP