A Boeing e a panamenha Copa Airlines anunciam a compra de quatro novos 737-800

141

Os executivos da Boeing e da Copa Airlines anunciaram ontem um acordo avaliado em US$ 282 milhões para a compra de quatro novos 737-800s.

Com este pedido, a Copa Airlines totaliza 34 unidades compradas da série Next-Generation. Os quatro 737s anunciados ontem estavam atribuídos a um cliente não identificado na lista de Pedidos & Entregas no website da Boeing.

“A Copa Airlines continua comprovando a tecnologia e economia dos modelos 737s Next-Generation. Graças a estes modelos, podemos inovar e oferecer aos nossos clientes a possibilidade de novas rotas com o 737, e também de aumentar seu número de freqüências”, diz o vice-presidente de vendas para a América Latina e Caribe, da Boeing Commercial Airplanes, John Wojick. “Partindo do Panamá com 737s Next-Generation, a Copa é capaz de oferecer aos seus passageiros vôos para onde quer que desejem ir, sem escalas”, conclui Wojick.

A Copa opera atualmente com 24 aviões 737s Next-Generation, e aguarda a entrega de outros dez – incluindo estes do anúncio de ontem.

“Esta compra reforça nosso compromisso com os passageiros, pois nos permite continuar expandindo destinos e freqüências, oferecendo mais conforto e conveniência ao optar por viagens às mais importantes cidades da América Latina”, declara Pedro Heilbron, CEO da Copa Airlines.

A linha aérea foi a primeira nas Américas a incorporar winglets mistos no 737-700. Todos os seus 737s Next-Generation possuem este diferencial em suas asas, o que confere às aeronaves maior eficiência no consumo do combustível e permite ao motor reduzir a emissão de dióxido de carbono. A Copa Airlines também foi a primeira em sua região a comprar os 737s Next-Generation com Vertical Situation Display (VSD), sistema que permite aos pilotos entender e visualizar de modo mais fácil a trajetória do vôo.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP