Aerolíneas Argentinas quer se tornar maior aérea da América Latina

142

O presidente do comitê executivo da Aerolíneas Argentinas, Antonio Mata, afirmou na quinta-feira que tem planos de transformar a empresa na maior da América Latina e que está abrindo subsidiárias no Chile, Uruguai, Paraguai e Bolívia.

Além disso, o executivo afirmou que manteve negociações com a Varig e com o Uruguai para a compra da companhia aérea Pluna, mas as negociações foram “fracas”.

A empresa, que esteve à beira da falência em 2000 e foi comprada em 2001 pelo conglomerado espanhol Air Comet, divulgou na quinta-feira lucro duas vezes maior em 2003, 127,8 milhões de pesos (US$ 43,8 milhões).

“Creio que, com os resultados de 2003, estaremos entre as 30 empresas que mais faturam na Argentina… Queremos ser a companhia aérea número um da América Latina”, disse Mata a jornalistas. Ele acrescentou que a empresa tem “dinheiro e vontade” e “está em compras”.

A empresa prevê investir neste ano US$ 192 milhões para fortalecer suas operações e que irá abrir 40% de seu capital na bolsa de Buenos Aires até o final de 2004. A companhia também estimou crescimento no lucro para 163,4 milhões de pesos no ano.

FONTE: Reuters Investor – Fernando Valduga – Porto Alegre/RS