Aeroporto de Guarulhos pronto para atender à demanda da alta temporada

174

A principal ação engloba os setores de embarque e desembarque, dos terminais 1 e 2, que estão em obras de readequação de layout, para reorganizar as áreas de circulação de passageiros. Os investimentos nessas obras são da ordem de R$ 900 mil. O prazo previsto para a conclusão do trabalho no setor de embarque é agora em dezembro, e em abril de 2009, no setor de desembarque.

Essas intervenções ocorrem de forma simultânea e contemplam obras nas áreas de vistoria de bagagens de mão, no setor de embarque, e vão possibilitar a instalação de mais unidades de raio-x. No desembarque internacional, as obras são na área de conferência de bagagem desembarcada, em ambos os terminais, com a reformulação de layout, reorganização do fluxo de passageiros, nova disposição dos equipamentos de raio-x e implantação de novos espaços para as atividades da Receita Federal.

“Distribuímos as equipes durante o dia, à noite e, inclusive, na madrugada, seguindo a programação de utilização dos setores em cada terminal”, explica Carlos André Kuniyoshi, coordenador de Obras do aeroporto de Guarulhos. A divisão dos trabalhos em turnos foi feita para minimizar transtornos e interferir o mínimo possível na rotina do aeroporto, pois essas áreas têm intensa movimentação de passageiros.

Estão previstas também a gestão junto aos órgãos públicos e às empresas aéreas para melhoria e agilidade no atendimento aos passageiros nos balcões de check-in, na restituição de bagagens, na atualização de dados sobre chegadas e partidas dos aviões no Sistema de Informação de Vôo (SIV). Equipes da Infraero vão monitorar o fluxo de passageiros nos dois terminais para agilizar os atendimentos e reduzir o tempo de esperas nas filas do embarque e do desembarque, nacional e internacional.

Haverá ainda agilização na restituição de carrinhos de bagagens, logística de distribuição de posicionamento de aeronaves no pátio e de passageiros nas salas de embarque, transporte de passageiros dos vôos estacionados em posições remotas até o acionamento de polícias para o reforço da segurança pública no aeroporto. Também haverá um reforço na coordenação, organização e orientação aos passageiros nas filas de inspeção de bagagem, de imigração e de alfândega, e na manutenção 24 horas de toda infra-estrutura aeroportuária.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade