Aeroporto de Parnaíba é ampliado e Recife recebe certificado internacional

143

As obras de modernização e ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto/João Pessoa (PB) e o reforço da pista de pousos e decolagens serão inaugurados às 11 horas, desta quarta-feira (23/7). Vão participar da cerimônia o presidente da Infraero, Sérgio Gaudenzi e o governador do Estado da Paraíba, Cássio Cunha Lima.

O empreendimento, iniciado em abril de 2004, teve um custo total de R$ 50,2 milhões (quase R$ 1 milhão proveniente de convênio com o Ministério do Turismo). Desse montante, R$ 17,9 milhões foram destinados ao reforço das pistas principal e de taxiamento, bem como do pátio de estacionamento das aeronaves.

Com a modernização, o principal portão de entrada de turistas à Paraíba torna-se compatível com a crescente demanda. A capacidade de atendimento do aeroporto, agora em condições de receber aeronaves internacionais de grande porte, passa de 580.000 para 860.000 passageiros/ano. Em 2007, o terminal movimentou 500.547 passageiros.

Novidades – A área do terminal de passageiros passou de 6.067 m² para 9.464 m². Para tornar mais ágil o check-in, a quantidade de balcões aumentou de 14 para 18. Duas salas de embarque e duas de desembarque garantirão o conforto dos passageiros.

Quem tiver dificuldade de locomoção terá acessibilidade garantida por dois novos elevadores. A reforma contemplou também os banheiros e emborrachou rampas. Atenção especial também foi dada ao setor de combate a incêndios e ao estacionamento, que teve sua capacidade ampliada de 162 para 288 veículos.

Em Recife a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concedeu o Certificado Operacional ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes (PE). Esse reconhecimento atesta que a administração aeroportuária local atende aos padrões e requisitos estabelecidos no Anexo 14 da International Civil Aviation Organization (ICAO) e demais normas da aviação civil, em contínuo processo de melhoria da segurança operacional.

O documento, publicado no Diário Oficial da União (DOU), da sexta-feira (18/7), foi homologado pelo diretor de Infra-Estrutura da Anac, Anderson Ribeiro Correia. “É importante para o Estado e o País possuir infra-estrutura aeroportuária que tenha procedimentos e determinações reconhecidos pela Anac”, afirma o superintendente regional do Nordeste, Fernando Nicácio.

O Aeroporto Internacional do Recife é o segundo aeroporto da rede Infraero e o primeiro da região Nordeste a obter a certificação operacional da Anac.

O Aeroporto Internacional de Brasília foi o primeiro a ser reconhecido pela agência, em 27 de junho deste ano.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade