Air Canada anuncia tráfego de passageiros em Dezembro de 2006

123

A Air Canada reportou uma ocupação de 78.9% em dezembro de 2006. De acordo com o cálculo preliminar de tráfego aéreo, a principal companhia do grupo ACE Aviation Holding Inc. aumentou em 5.2% seu faturamento por milhas voadas (RPMs), em comparação com dezembro de 2005.

A capacidade global aumentou em 3.1%, resultando em uma taxa de ocupação de 78.9%, que comparados com os 77.3% de dezembro de 2005 representam um incremento de 1.6%. A média de ocupação em todo o ano foi de 81%, que representam um recorde pelo terceiro ano consecutivo.

Também de acordo com o cálculo preliminar de tráfego, em relação a dezembro de 2005, a Jazz, a subsidiária regional da ACE, aumentou em 25.5% seu faturamento por milhas voadas. A capacidade teve um incremento de 20.8%, resultando em um load factor de 72.4%, que comparados com os 69.7% de dezembro de 2005 representam um aumento de 2.7%.

O sistema de tráfego, em uma combinação entre a Air Canada e a transportadora regional da ACE, a Jazz, cresceu em 6.7% sobre um incremento de capacidade de 4.5%, resultando numa taxa de ocupação de 78.3%; um incremento de 1.6%.

“A média geral do ano, de 81%, representa para a Air Canada o terceiro ano consecutivo de recorde de ocupação. A taxa registrada em dezembro, mais uma vez superou a previsão para o mês, batendo um novo recorde”, disse Montie Brewer, Presidente e CEO da Air Canada.

“O aumento do tráfego continua atendendo o aumento da capacidade, resultado da aquisição de novas aeronaves Embraer durante o ano de 2006. Esta é uma clara indicação que estamos tendo sucesso na conquista de passageiros. E eu estou particularmente orgulhoso de nossos funcionários, que melhoram nossos índices de pontualidade ano após ano”.

“Conseguimos progressos significativos com a implementação do nosso novo plano de negócios. A renovação da frota também está um sucesso, com a introdução dos 16 novos aviões da Embraer, que atenderam as rotas da América do Norte nos últimos 12 meses. Em breve estaremos recebendo mais 33 aeronaves da Embraer, com um adicional de 27 outros aviões para entrega nos próximos meses.

Também devemos receber o primeiro dos 19 Boeings 777, que começarão a atender nossas rotas internacionais no começo do mês de março. Em adicional, o principal resultado de nossa frota existente é o retorno positivo dos passageiros aos produtos, como o serviço à la carte e os passes múltiplos, desenhados para atender às necessidades individuais dos viajantes”.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade