Air Canada conclui acordo para a compra dos Boeings 777 e 787 Dreamliners

82

A ACE Aviation Holdings Inc., que tem a Air Canadá entre suas empresas, anunciou hoje a conclusão do acordo com a Boeing para aquisição de 36 Boeings 777 e 60 Boeings 787 Dreamliners. A empresa canadense reiniciou recentemente as negociações com a Boeing, dando continuidade ao processo de modernização de sua frota internacional de longo alcance após obter resultados satisfatórios nas negociações com seu grupo de pilotos sobre custos, e outras questões relacionadas à companhia.

O acordo inclui a ordem de compra definitiva de 18 Boeings 777, mais a garantia de compra de outros 18. No pedido a fabricante de aviões vai incluir diferentes opções dos mais novos modelos da família 777: o 777-300ER, o 777-200LR Wordliner, a aeronave com maior capacidade para vôos de longo alcance do mundo, e o recentemente anunciado 777 Freighter. A entrega dos primeiros seis aviões 777 está agendada para o período de março a julho de 2007.

O acordo também inclui a ordem de compra de 14 aviões do novíssimo Boeing 787 Dreamliner, e a opção garantia de compra de 46 aeronaves adicionais. O primeiro 787 será entregue para a Air Canada em 2010.

“A finalização do acordo para compra de aviões Boeing 777 e 787 é realmente uma excelente notícia para nossos passageiros, funcionários e investidores”, disse Robert Milton, presidente e CEO da ACE Aviation Holding Inc. “Estas aeronaves, mais confortáveis e econômicas, colocarão a Air Canada em uma posição de liderança entre as companhias internacionais da América do Norte, e ao longo do tempo permitirão que a empresa se destaque entre as transportadoras da Europa, do Oriente Médio e Ásia”.

O custo das operações com o 777 e com o 787 serão significativamente menores que o das aeronaves que eles irão substituir. A Air Canadá estima que a economia com os custos de combustível e manutenção serão reduzidos em cerca de 30% com a troca dos Boeings 767 pelos 787.

A família de Boeings 777, a mais avançada do mundo, continua evoluindo. Recentemente a empresa anunciou a entrada dos Boeings 777-200LR, a aeronave com a maior capacidade de vôos de longo alcance do mundo, e 777 Freighter.

O Boeing 787 Dreamliner está sendo desenhado com base na opinião de passageiros e investidores, assim como em análises do meio ambiente. Tecnologicamente avançada, a aeronave usará 20% menos combustível que as aeronaves de tamanho semelhante, oferecendo 45% mais capacidade de carga, além de novas facilidades, como o novo ambiente interior, assentos e corredores mais largos, amplas janelas, entre outras conveniências.

O 787 é uma família de aeronaves com 200 e 300 assentos, que usará menos combustível e será mais veloz que as aeronaves comerciais usadas atualmente. A produção da Dreamliner começará em 2006, e o primeiro vôo está sendo planejado para 2007, com certificação e introdução dos serviços em 2008.

Baseada em Montreal a Air Canada oferece vôos regulares e fretados para passageiros e carga, atendendo mais de 150 destinos nos cinco continentes. A transportadora de bandeira do Canadá é a 14a maior companhia aérea comercial do mundo, servindo mais de 29 milhões de passageiros anualmente. A Air Canada é uma das empresas fundadoras da Star Alliance, a aliança que oferece a maior rede de transporte aéreo do mundo.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP