Air Canada escolhe investidor sediado em Hong Kong

203

O Conselho da Air Canada, maior companhia aérea canadense e que está em processo de concordata, reconfirmou a escolha de Victor Li, do Trinity Time Investments, como novo parceiro dentro do plano de reestruturação da empresa.
A Air Canada informou nesta segunda-feira que seu Conselho se reuniu na tarde de domingo para considerar uma oferta melhorada da Trinity recebida na noite de sexta-feira, além da proposta final submetida à Justiça em 10 de dezembro pela Cerberus Management LP.

A escolha de um parceiro é crucial para a Air Canada remover os obstáculos remanescentes em sua reestruturação, entre eles o financiamento de um déficit previdenciário de 1,5 bilhão de dólares canadenses.

Os credores vinham pressionando para que a Air Canada deixasse um leilão aberto entre a Trinity e a Cerberus, na esperança de conseguir ofertas melhores. Mas o tribunal de falências descartou essa possibilidade na semana passada ao afirmar que isso poderia gerar um atraso inaceitável no processo de reestruturação da companhia aérea, que está dois meses atrasado.

A Trinity ofereceu inicialmente investir o equivalente a 485 milhões de dólares na Air Canada em troca de uma parcela de 31% na empresa.

A decisão da companhia será apresentada perante o Tribunal de Falências nesta segunda-feira.

O Tribunal Superior de Ontário permitiu que a Trinity Time Investments, empresa controlada por Li, apresentasse uma oferta final na noite de sexta-feira, mas impediu que a Cerberus modificasse sua proposta.

A Air Canada está em concordata desde abril, prejudicada por dívidas e enfraquecida pelo declínio na indústria de aviação.

Apesar de ter removido 61 aviões de sua frota de 319 jatos desde abril, a empresa encomendou na semana passada 45 aviões regionais da Embraer e outros 45 jatos da Bombardier, pedido total de 2,7 bilhões de dólares.

FONTE: Reuters Investor – Fernando Valduga – Porto Alegre/RS

Publicidade