Air France inaugura vôos para Arábia Saudita e Eslovênia

99

A partir de 1º de dezembro, a Air France inicia a operação de três vôos diretos por semana entre Paris e Riad, como parte do programa “Dedicate”, serviço criado pela Air France especialmente para clientes corporativos que trabalham nas áreas de capital e de energia. O programa oferece vôos regulares e diretos para algumas das regiões mais remotas do planeta, mas que apresentam atividade econômica importante e grande potencial de desenvolvimento, tornando assim mais fáceis, seguras e confortáveis as viagens de negócios para estas áreas.

Essa nova rota non-stop ilustra o sucesso deste inovador serviço criado pela Air France, o programa “Dedicate”, lançado em janeiro de 2004. Os vôos sairão de Paris-CDG2 às quartas, às sextas e aos domingos, às 10h50, chegando a Riad às 18h50 do mesmo dia (seis horas de vôo). Os vôos de volta saem de Riad às segundas, às quintas e aos sábados, à 1h20, chegando a Paris às 6h50 do mesmo dia (aproximadamente sete horas de viagem). O serviço para Riad será assim melhorado graças a esses novos vôos diretos. Passageiros viajando a negócios para Riad, capital da Arábia Saudita, o país que mais produz petróleo no mundo, ganharão em tempo e conforto. A Air France já opera vôos regulares para Riad, via Cairo, três vezes por semana, e esse novos vôos “Dedicate” aumentam a oferta para a capital da Arábia Saudita.

Esses vôos serão operados pela aeronave A319ER (Extended Range), com 82 assentos divididos em duas cabines: 28 na l’Espace Affaires (Classe Executiva) e 54 na Tempo (Classe Econômica). O A319ER foi técnica e comercialmente configurado para o programa “Dedicate”. Com este serviço, os passageiros se beneficiam de toda a gama de serviços da Air France, como o programa de milhagens Fréquence Plus e o Petroleum Club (serviço que oferece inúmeras vantagens aos seus associados, que devem trabalhar na indústria de petróleo e de gás, em viagem a destinos produtores). “Dedicate” foi desenvolvido para clientes corporativos, mas pode ser usado por todos os passageiros da Air France.

Segundo Bruno Matheu, vice-presidente Executivo e diretor de Marketing e Redes da Air France, “menos de um ano depois de seu lançamento, as rotas ‘Dedicate’ já são um retumbante sucesso. Por isso, decidimos incluir novos destinos, como Riad. Com ‘Dedicate’, podemos aumentar ainda mais a qualidade de nosso serviço para clientes corporativos que desejam vôos diretos, com o conforto oferecido em vôos de longa distância, mesmo em rotas onde não é possível a utilização de aeronaves grandes”.

Partindo do Aeroporto de Paris – CDG, o mais eficiente da Europa, os vôos “Dedicate” conectam vários destinos à rede mundial de rotas da Air France e de seus parceiros SkyTeam. Os horários, as freqüências e os níveis de conforto e de serviço de bordo dos vôos “Dedicate” seguem o mesmo padrão dos vôos de longa-distância da Air France.

As rotas “Dedicate” incluem Pointe Noire (República do Congo), Malabo (Guiné Equatorial), Cidade do Kuwait (Kuwait), Doha (Catar) e Tashkent (Uzbequistão). Todas essas cidades apresentam expressiva atividade das indústrias de petróleo e de gás natural e integram também o exclusivo Petroleum Club, o programa de fidelidade da Air France destinado a profissionais dessas indústrias, que oferece várias vantagens aos seus associados. Até 2005, mais cinco cidades serão incluídas como destinos “Dedicate”.

A partir de 15 de novembro, dois vôos diários e diretos de Paris também para a Liubliana, capital da Eslovênia. Os vôos serão operados por aeronaves Embraer 145 com 50 lugares, da Regional, companhia parceira da Air France para vôos de curta distância. A nova rota e a atrativa oferta de horários ligarão a Eslovênia à excelente oferta de vôos da Air France, possibilitando conexões no hub de Paris-Charles de Gaulle para Estados Unidos, China, Espanha, Portugal, Noruega e muitos outros destinos. Os vôos saem de Paris de segunda a sexta, às 8h50 e às 11h15, e de Liubliana de domingo a sexta, às 13h50 e às 16h15, com duração aproximada de duas horas.

A Eslovênia é hoje uma das mais fortes economias do centro-leste da Europa. Separou-se da Iugoslávia em 1991 e juntou-se à União Européia em 2004. Seu intercâmbio econômico e cultural com a França sempre foi bastante intenso. Um crescente número de franceses visita à Eslovênia em busca de suas montanhas, de sua arquitetura barroca, das estâncias termais e das praias no Mar Adriático.

FONTE: Aviação Brasil / Air France – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP