Air France investe e aposta no Rio de Janeiro

303

Para manter este status no Brasil e se consolidar como a principal companhia aérea européia para o Brasil, a Air France anunciou investimentos, troca de aeronave no vôo para o Rio de Janeiro e promoções! Aviação Brasil mais uma vez este presente e traz detalhadamente os principais pontos apresentados pela diretoria da empresa, no Rio de Janeiro.

No dia 1º de novembro de 2004, a Air France substituiu o Airbus 340 por um Boeing 747-400 na rota Rio-Paris-Rio, aumentando sua oferta em mais de 60% para esse destino: mais de 780 assentos por dia, ou seja, mais de 5.500 passageiros por semana. Este aumento de capacidade é a prova que a melhoria da qualidade do programa continua a ser uma das prioridades da Air France. A aeronave estará configurada para 13 passageiros na primeira classe, 58 na executiva e 321 na econômica.

Com este programa exclusivo para o Rio de Janeiro, a Air France passará a se beneficiar plenamente da chegada dos vôos domésticos ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. O tráfego deste último dobrará, passando de 4 a 8 milhões de passageiros em 2005, e oferecerá inúmeras conexões para o interior do Brasil. A Air France já transportou mais de 150.000 passageiros para o Rio, dos quais cerca de 90.000 via Paris – Roissy – Charles-de-Gaulle, durante o período entre abril de 2003 e março de 2004.

Sobre o Boeing 747-400 da Air France

O Boeing 747-400 possui o maior espaço interno de todos os aviões comerciais atuais, ou seja, 876 m², o que representa mais de 3 casas de 135 m². Com uma área de 525 m², suas asas, que pesam 43.090 quilos, poderiam abrigar 45 automóveis de tamanho médio. Conta com 6 milhões de componentes, 274 quilômetros de cabo e 8 quilômetros de tubos. A capacidade dos tanques é de 216.000 litros. Sua velocidade de cruzeiro é superior a 900 quilômetros por hora e sua autonomia é de cerca de 13.000 quilômetros (7.200 milhas náuticas).

O Boeing 747-400 da Air France possui uma cabine exclusiva reservada à l’Espace Première, ou Primeira Classe, situada na parte dianteira da aeronave, abaixo da cabine de pilotagem. Este espaço compreende 13 poltronas-camas. A classe l’Espace Affaires, ou Classe Executiva, comporta 58 assentos, distribuídos em duas cabines, sendo uma delas situada no andar superior, dando ao passageiro a impressão de estar a bordo de um avião particular. Os 321 assentos da classe Tempo ou Classe Econômica estão distribuídos em 3 cabines.

Apesar da crise atravessada pela indústria dos transportes aéreos, a Air France pôde manter a grande qualidade dos serviços prestados a bordo das três classes. A Companhia, que dispõe de uma das melhores adegas de bordo, oferece gratuitamente champanhe na Classe Econômica, além de refeições com qualidade gastronômica de grande reputação.

Sobre o vôo do Rio de Janeiro

Saindo do Rio de Janeiro – A partir de 2 de novembro, o aparelho sai do Rio de Janeiro às 18h50 e chega no dia seguinte a Roissy-Charles-de-Gaulle 2 às 08h25. A duração da viagem é de 10 horas e 35 minutos. O retorno, faixa 2*, oferece quase 40 oportunidades de conexões para a Europa, sendo 2 vôos domésticos e 4 vôos de longa-distância. Se considerarmos a totalidade de conexões em menos de 3 horas, estas se elevam a 51 conexões dentro da Europa, 9 na rede doméstica e 18 de longa-distância. Além disso, a duração dos vôos indo e vindo da Ásia é menor que a das demais companhias aéreas: essas possibilidades de conexões permitem realizar o trajeto Tóquio – Rio em 30 horas e Rio – Tóquio em 29 horas.

Voltando de Paris – A partir de 2 de novembro, o avião parte às 23h20 do terminal 2F do Aeroporto Roissy-Charles-de-Gaulle. Chega no dia seguinte, às 07h45, ao Rio de Janeiro. A duração da viagem é de 11 horas e 25 minutos. A partida às 23h20, faixa 5*, oferece mais de 82 oportunidades de conexões** provenientes da Europa.

Estes novos horários são particularmente interessantes, tanto para os passageiros de negócios, quanto para a clientela de turismo, pois a viagem é realizada durante a noite, em ambos os sentidos.

* O hub de Roissy-Charles-de-Gaulle 2 é um dos principais trunfos da Air France. Ele permite à companhia distribuir em Paris as conexões de média-distância e longa-distância. Os vôos são organizados em 6 faixas de horários, cada uma constituída por um número de chegadas e partidas, cadenciado de maneira a permitir a maior quantidade de conexões no menor tempo possível. Ao adicionar os fluxos de tráfego média-distância aos de longa-distância, aumenta-se a possibilidade de encaminhamento de um ponto a outro, limitando também o número total de vôos.

** Oportunidade de conexão: possibilidade de efetuar uma conexão em menos de 2 horas.

Sobre a Novíssima Sala VIP no Galeão

A Air France inaugura sua nova sala VIP no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, reservada aos passageiros “l’Espace Première” (Primeira Classe) e “l’Espace Affaires” (Classe Executiva) e de classes equivalentes das companhias membros da aliança SkyTeam.

Inteiramente renovada, é a primeira das 51 salas VIP exclusivas da Air France a se beneficiar do conceito imaginado pela companhia para seus clientes: atender a necessidade de diversificação dos serviços prestados, com a organização de espaços reservados ao trabalho, ao descanso, ao entretenimento e à alimentação.

Ela adota uma nova linha de conceito mais contemporânea: dispõe de espaços mais arejados, paredes revestidas com madeira clara e metal, assentos de couro, iluminação mais aconchegante, tornando o conjunto mais dinâmico. A sala, fruto de um investimento de 460.000 euros, está equipada com a tecnologia wi-fi (acesso sem fio à Internet de alta velocidade) e comporta 66 assentos.

A Sala VIP da Air France no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro é a primeira no mundo onde é aplicado o moderno conceito dos Novos Espaços de Viagem (NEV) da companhia. Priorizando valores como proximidade, prazer, relaxamento e inovação, a Air France e o conceituado escritório de design Desgrippes-Gobé desenvolveram este projeto – inteiramente dedicado ao passageiro e mais adaptado aos seus desejos e expectativas – que aos poucos ganhará os espaços da companhia no ar e em terra, em todo o mundo.

Ao entrar na nova Sala VIP da Air France, o passageiro descobrirá em um espaço de 133 m2 um design totalmente novo, madeira nas paredes e no piso, cortinas brancas, móveis contemporâneos, confortáveis poltronas de couro, bar e cafeteria, ambientes de descanso e de trabalho separados por paredes de vidro para manter a sala bem iluminada, assento para 66 pessoas, área de trabalho com 28 tomadas para laptops com acesso grátis à internet de banda larga, computador e fax, TV de tela plana com canais a cabo, chuveiro, vista para o pátio das aeronaves e o atendimento prioritário do staff da Air France.

Localizada no terceiro andar do Terminal 1 do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, a nova Sala VIP da Air France foi construída em tempo recorde. Em apenas dois meses, o escritório brasileiro de arquitetura Marcel Monacelli gerenciou a obra e o recebimento dos materiais que vieram todos da França.

Além de todos estes benefícios, a Air France/KLM está oferecendo ao passageiro que embarcar no Rio de Janeiro a tarifa promocional de US$ 747 na rota Rio-Paris-Rio. Vale lembrar que antes da tarifa promocional a Air France já registrava índices de 85% de ocupação nos vôos do Rio de Janeiro e São Paulo, índice este que alcançou 92% de ocupação na rota Rio-Paris em Julho passado, acima da média na empresa, que está em 79,1%. Em 2005, a Air France/KLM passará seu vôo Amsterdã – São Paulo, com Boeing 777 da KLM, para diário a partir de Abril de 2005.

Nada Se Faz Sem Qualidade

A Air France Brasil é a primeira delegação da companhia no mundo a receber certificação de Sistema de Gestão de Qualidade segundo a norma da International Standardization Organization (ISO) em todos os seus processos operacionais e de suporte. As outras bases da Air France no mundo passaram apenas parcialmente por este processo (por exemplo, o Departamento de Compras, em Paris, a escala da companhia no Aeroporto JKF, em Nova York, ou o escritório da Air France no Cairo, Egito). Os departamentos da delegação brasileira que tiveram seus processos auditados e certificados são:

o Call center e venda on-line

o Serviço de venda direta (lojas)

o Departamento de Vendas

o Pós-venda (SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente)

o Atendimento a passageiros e bagagens na chegada e na partida nos aeroportos internacionais do Rio e de São Paulo

o Serviços internos (RH, Financeiro, Jurídico, Marketing, etc.)

A delegação brasileira foi escolhida como piloto desse procedimento que faz parte da evolução normal da empresa em todo o mundo e da aliança global entre companhias aéreas SkyTeam – da qual a Air France é uma das fundadoras – e objetiva a satisfação do cliente. O ISO 9001: 2000 é a versão mais recente de certificação, padronização e normatização de gestão de qualidade segundo parâmetros definidos pelo Comitê Europeu de Normatização. O certificado foi conferido pela Lloyds Register Quality Assurance (LRQA), organização independente de ação mundial fundada em 1760, que já certificou cerca de 40 mil empresas em mais de 120 países.

A Air France Brasil dedicou 18 meses, cerca de 180 pessoas e mais de R$ 30 mil nesta ação. Os auditores da LRQA ficaram 10 dias entre São Paulo e Rio de Janeiro para auditar todos os departamentos da companhia (escritórios, lojas, aeroportos). A cada seis meses os auditores passam dois dias verificando por amostragem a continuidade dos processos certificados e a cada três anos os procedimentos são totalmente refeitos para fins de renovação do certificado. A próxima delegação da Air France a ser totalmente certificada será a da África do Sul.

Mais uma vez a Air France é pioneira ao iniciar o processo de certificação de Sistema de Gestão de Qualidade segundo a norma ISO 9001:2000. Com isso, a companhia avança ainda mais em termos de qualidade de seus serviços através de uma gestão certificada, ao mesmo tempo em que agrega mais credibilidade junto a seus clientes. Em 2003, ela se tornou a única companhia aérea do mundo que foi auditada e recebeu uma outra certificação, a Qualicert, pela qualidade de serviços prestados aos passageiros.

Editado por Alexandre Barros, com crédito das imagens e trechos do texto para Air France

FONTE: Air France e Aviação Brasil – Alexandre Barros – São Paulo/SP

Publicidade