Air France passa a divulgar relatórios de regularidade e bagagens

183

Em seu constante processo para aprimorar a qualidade e a transparência dos serviços prestados aos passageiros, a Air France passa a divulgar a partir deste mês o seu desempenho com relação a bagagens extraviadas e à regularidade de seus vôos. Estes dados serão mensalmente anunciados em conjunto com informações referentes à pontualidade da companhia em todo o mundo, que por sua vez serão distribuídos com mais detalhes.

Os dados serão divulgados após a publicação mensal da Association of European Airlines (AEA) e da Community Air Passengers Reporting System (CAPRS), entidades independentes que recebem as informações das companhias aéreas e, após compilá-las e analisá-las, fazem a divulgação para o público. É importante ressaltar que os dados divulgados por estas entidades não levam em conta a tipologia das diferentes companhias (charter, low-cost, “hubbed”, majors, point-to-point etc).

Em outubro, as condições de operação foram boas. O impacto da saturação das operações do Aeroporto de Orly Oeste, o início da remodelação no Hall 2 deste terminal e alguns problemas com neblina foram os principais incidentes. Assim, os resultados foram bastante satisfatórios, melhorando ainda mais o resultado acumulado do ano.

O critério utilizado mundialmente leva em conta vôos domésticos e internacionais que partiram ou chegaram no horário previsto ou em até 15 minutos. A diferença entre a pontualidade na chegada e na partida continua a diminuir e a média mundial para o mês de outubro foi de 87,1% de vôos da Air France saindo ou chegando pontualmente.

As principais causas para atrasos são divididas em externas à companhia (Controle de Tráfego Aéreo, meteorologia) e internas (geralmente associadas a serviços a passageiros, bagagens e no próprio avião). Em outubro, causas externas à companhia foram novamente responsáveis pela maior parte dos atrasos, especialmente em vôos de longa distância, onde a infra-estrutura dos aeroportos e medidas de segurança causam impactos consideráveis na pontualidade.

O critério utilizado para regularidade é a porcentagem de vôos agendados que foram efetuados. Vôos cancelados com três ou mais dias de antecedência não são levados em consideração.

Em Outubro de 2004 a pontualidade de partidas foi de 88,5% nos vôos de curta e média distância e 72,9% nos vôos de longa distância.

A pontualidade nas chegadas foi de 86,5% nos vôos de curta e média distância e 71,9% nos vôos de longa distância.

Atrasos por causas externas foi de 37% nos vôos de curta e média distância e 45% nos vôos de longa distância.

Atrasos por causas internas (serviços a passageiros) foi de 18% nos vôos de curta e média distância e 18% nos vôos de longa distância.

Atrasos por causas internas (serviços nas aeronaves e bagagem) foi de 25% nos vôos de curta e média distância e 27% nos vôos de longa distância.

O atraso médio por vôo foi de 18 minutos nos vôos de curta e média distância e 28 minutos nos vôos de longa distância.

A regularidade foi de 98,4% nos vôos de curta e média distância e 99,7% nos vôos de longa distância.

Em outubro, a performance da Air France nos serviços de bagagens, que têm melhorado regularmente não só em Paris-CDG como também em toda sua rede, registrou um recorde positivo. O acumulado do ano coloca a companhia muito à frente de seus concorrentes. O critério utilizado mundialmente é o número de itens de bagagem perdidos na chegada a destinos finais por 1.000 passageiros embarcados pela Air France. No caso em Outubro de 2004 o índice foi de 10,6 para 1000 bagagens.

Dados Editados Pelo Site Aviação Brasil

FONTE: Aviação Brasil / Air France – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP