Airbus bate Boeing na feira de Farnborough

101

Durante o evento, que terminou no domingo, a fabricante aeronáutica europeia, controlada pelo grupo EADS, recebeu 182 encomendas, firmes ou em intenção, num valor total de 21,5 mil milhões de dólares (16,95 mil milhões de euros).

Por seu lado, a Boeing não comunicou oficialmente o número e valor das vendas totais ao longo da última semana. Contudo, as agências internacionais referem números próximos de 10 mil milhões de dólares (7,9 mil milhões de euros) e um total de 82 aviões.

A Singapore Airlines deu importante contributo às vendas da Airbus, fazendo um pedido para 20 “novos” A350, com opção de compra para mais 20. Confirmou ainda a compra firme de nove de dez de aparelhos A380-800 anteriormente pedidos, o novo “gigante” do fabricante europeu, capaz de transportar até 853 passageiros.

Antes da feira britânica, a fabricante norte-americana liderava de forma clara nas vendas, com 493 encomendas no primeiro semestre do ano, face a 117 da Airbus.

Farnborough serviu também para a Airbus apresentar o “novo” A350, o XWB, cuja produção vai igualmente sofrer atraso significativo, devido à remodelação do modelo original.

O custo de produção do novo modelo, que vai competir com o Boeing 787 “Dreamliner”, ascenderá a 10 mil milhões de dólares (7,9 mil milhões de euros).

FONTE: Rádio Renascença – Redação – São Paulo/SP