Airbus inicia vôos-teste com dispositivos Blended Winglet nos Airbus A320

112

O objetivo dessa avaliação é identificar as vantagens econômicas e de desempenho que esses dispositivos podem oferecer às aeronaves Airbus. Em conjunto com análises posteriores, os testes fornecerão dados sobre a viabilidade de utilização desses equipamentos e ajudarão a definir se a tecnologia API poderia ser utilizada em um programa integrado da Airbus.

Além disso, essa avaliação é parte da meta global que busca estender a liderança da Airbus no mercado de eco-eficiência. Alguns vôos-teste de outros dois modelos de winglets foram realizados há dois anos e trouxeram uma valiosa experiência. Desde então, a Airbus tem trabalhado para absorver e aproveitar essas lições.

Patrick Gavin, Vice-Presidente de Engenharia da Airbus afirma: “Estamos trabalhando para aumentar cada dia mais a eco-eficiência das nossas aeronaves e os testes que temos realizado nos fornecem uma base sólida para atingir os objetivos atuais e futuros. A Família A320 já é a mais eficiente da sua classe e continuaremos a estudar potenciais melhorias para que continuemos imbatíveis”.

A performance do Blended-Winglet será avaliada na aeronave A320, MSN1 – a mesma utilizada para os vôos-teste de modelos anteriores. Sendo assim, a Airbus continua avaliando tipos de winglets para a Família A320 e analisando novas formas de reduzir o impacto do uso de cargas mais altas, sem que o peso estrutural aumente.

A Airbus lidera o design de winglets em cada um de seus produtos, incluindo nas aeronaves A320, consideradas padrão na utilização de dispositivos para a redução de arrasto.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade