Airbus liderou vendas e entrega em 2004

117

O ano de 2004 foi outro marco para a Airbus, por ter sido um período em que ela manteve sua posição como Número 1, tanto em encomendas como em entregas de aviões.

A Airbus entregou 320 aviões excedendo as expectativas do início do ano, quando era previsto que as entregas de 2004 seriam no máximo tão boas quanto as de 2003, ano em que 305 unidades foram fabricadas. As 320 aeronaves de 2004 corresponderam a 53% de todos os aviões entregues acima de 100 lugares, e corresponderam a receitas de pouco acima de 20 bilhões de euros (US$ 27 bilhões). As entregas incluíram 233 aviões da Família A320, 37 A300-600 F cargueiros e A330-200, além de 50 A330-300 e A340.

Em termos de encomendas, a Airbus também manteve a liderança, com 370 encomendas firmes no valor de US$ 34 bilhões, representando 57% do mercado em quantidade. Durante 2004, a Airbus teve somente 4 cancelamentos, o que não impactou sua fatia de mercado. Estes totais de aviões vendidos se comparam às 284 encomendas firmes de 2004, correspondendo a um aumento de 30,2%.

“Estes resultados são encorajadores e confirmam que o mercado está se recuperando lentamente dos problemas da primeira metade da década. Estamos confiantes no longamente esperado crescimento da indústria, que necessita de capacidade para satisfazer à crescente demanda por transporte aéreo,“ disse Noel Forgeard presidente da Airbus. “Os números obtidos refletem claramente a popularidade da linha de produtos da Airbus, que se estabeleceu como líder inconteste em todos os segmentos do mercado”.

A Família A320 obteve 279 encomendas, conseguindo um fatia de mercado de 64%, e sendo um símbolo de referência para empresas aéreas tradicionais e para as de baixos custos. Na categoria de baixos custos, a Airbus obteve 7 novos clientes e várias encomendas repetidas. Na classe de aviões de fuselagem larga e longo alcance, a Família A330/A340 continuou a liderar com 56 encomendas firmes, que representaram 57% das vendas na categoria de 330 a 375 lugares. Nesse ano, o A340-500 entrou em serviço com a Singapore Airlines, estabelecendo pela primeira vez vôos sem escalas de Cingapura para Los Angeles e para Nova York. Finalmente, a Airbus desmentiu o prognóstico pessimista de obter apenas um cliente adicional por ano para o A380 antes do início de suas entregas, com os contratos com a Etihad e Thai Airways. Essas emrpesas encomendaram respectivamente 4 e 6 aviões, levando o total de encomendas firmes a 139 provenientes de 13 clientes.

Sob o ponto de vista industrial e de programas, 2004 foi também muito significativo. O A380 começou a tomar forma, com o início da montagem do primeiro avião em maio. Atualmente, 4 aviões estão sendo montados e passando por testes, e no dia 18 de janeiro haverá a Revelação oficial do primeiro avião. Finalmente, prosseguindo sua política de escutar sempre o mercado, a Airbus anunciou em dezembro de 2004 o lançamento comercial dos A350-800 e –900.

Com a melhoria do mercado, a Airbus espera aumentar o ritmo de produção de aviões em 2005 para satisfazer a demanda, devendo elevar as entregas em cerca de 10% em relação a 2004.

FONTE: Aviação Brasil / Airbus – Assessoria de Imprensa – Rio de Janeiro/RJ