Airbus recebe licença para o lançamento industrial da Família A350 XWB

108

A Airbus recebeu licença para o lançamento industrial da Família A350 XWB, de longo alcance e fuselagem extra-larga, por parte do conselho de diretores de sua controladora EADS. A decisão baseou-se na forte demanda e no apoio dos clientes. A entrada em operação do A350 XWB está prevista para 2013.

Concebido desde o início para formar uma ampla família de aviões, o A350XWB estará disponível em três versões básicas, o A350-800 para 270 passageiros em espaçosas 3 classes e com alcance de 15.750 km; o A350-900 com 314 lugares e o A350-1000 com 350 poltronas e alcance de 15.400 km. As três versões de passageiros terão velocidade de cruzeiro de Mach 0,85. Uma versão de alcance ultra-longo, o A350-900 R, poderá voar etapas ainda mais longas. A família será completada pela versão cargueira designada A350-900F. De acordo com a Global Market Forecast (Projeção do Mercado Global) mais recente da Airbus, a demanda para as versões de passageiros e cargas nesta categoria é estimada em 5.700 aviões nos próximos 20 anos, representando 41% do valor das vendas para aeronaves acima de 100 lugares.

“O A350 XWB tem tudo para tornar-se um grande sucesso: as tecnologias mais avançadas, a melhor economia e o mais alto nível de conforto. É uma resposta direta à demanda do mercado,” disse Louis Gallois, presidente e principal executivo da Airbus, e co-presidente da EADS. “Essa decisão se seguiu a uma profunda avaliação de todos os recursos disponíveis para assegurar o suave desenvolvimento dessa família, apoiado por um sólido planejamento do programa. A Airbus permanece como o participante líder no fornecimento de uma completa linha de aviões modernos”.

O A350 XWB terá uma largura de fuselagem de 5,9 metros, e terá o benefício de ter a cabine de passageiros mais larga da categoria, oferecendo níveis de conforto sem precedentes nessa classe. Essa família oferecerá ainda os menores custos de operação e por assento.quilômetro da categoria. A família A350 XWB foi projetada para confrontar os desafios dos elevados preços dos combustíveis, crescentes expectativas dos passageiros e demandas ambientais desse segmento de mercado.

O A350 XWB será dotado de turbinas de nova geração Rolls-Royce Trent XWB, com empuxo de 75.000 a 95.000 libras. O presidente da Rolls-Royce, Sir John Rose, declarou: “ estamos muito satisfeitos de nos juntarmos à Airbus no programa A350 XWB. Juntos temos o compromisso de estabelecer novos padrões de eficiência no consumo de combustível, na manutenção e na confiabilidade das turbinas do século 21”.

Para alcançar esses objetivos, os novos A350 XWB vão incluir as últimas inovações em termos de tecnologias avançadas. Entre essas, está o emprego de cobertura externa da fuselagem com painéis em novos e muito mais leves plásticos reforçados por fibras carbônicas (CFRP). Essa inovação em fabricação vai permitir maior facilidade na manutenção e nos reparos das partes individuais da estrutura, permitindo ainda que os painéis externos sejam mais otimizados em termos dos esforços e cargas a que serão submetidos. Mais de 60% da estrutura será feita em novos materiais.

O A350 XWB com controles de vôo eletrônicos oferecerá também a mesma sensação de pilotagem e padronização de cabine de comando com outros aviões da família Airbus, permitindo beneficiar as empresas com os conceitos de qualificação cruzada de tripulantes e de operação em tipos de diferentes aviões desse fabricante.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade