Amorim debaterá veto dos EUA a venda de aviões da Embraer

242

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional promoverá audiências públicas com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e o presidente da Embraer, Maurício Botelho, para prestar esclarecimentos sobre o veto dos Estados Unidos à venda de 36 aviões militares modelo Super Tucano, da Embraer, à Venezuela.
A data das audiências ainda não foi definida. O requerimento, dos deputados do Psol Maninha (DF) e Ivan Valente (SP), foi aprovado ontem pela comissão.

O negócio estava avaliado em 500 milhões de dólares (aproximadamente R$ 1,07 bilhão). Os Estados Unidos, no entanto, negaram a trasferência de tecnologia norte-americana na fabricação das aeronaves para a Venezuela. Os deputados lembram que a mesma decisão teria sido tomada em relação a uma proposta de venda de aviões da Espanha ao governo de Hugo Chávez.
O Exército norte-americano ainda cancelou o projeto de montagem conjunta com a Embraer de aeronaves de vigilância, em uma fábrica na Flórida. O valor inicial do projeto era de 879 milhões de dólares (R$ 1,88 bilhão), com chance de atingir US$ 8 bilhões (R$ 17,14 bilhões), dependendo do número de aeronaves produzidas.

FONTE: Agência Câmara – Oscar Telles – São Paulo/SP

Publicidade