Anac diz que recuperação da Vasp é mais fácil que a da Varig

91

A recuperação judicial da Vasp pode ser mais fácil que a da Varig, segundo avaliação feita hoje pelo diretor da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), Leur Lomanto, que é relator do processo da Vasp.

Ele explicou, no entanto, que a empresa terá que investir em uma frota nova de aeronaves e ainda precisará obter junto à agência um novo Cheta (Certificado de Habilitação de Empresa de Transportes Aéreos) para voltar a voar como pretende.

O plano de recuperação da Vasp foi aprovado na semana passada pela assembléia de credores da empresa. A diretoria da aérea chegou a anunciar que pretende iniciar os vôos da companhia no prazo de oito a dez meses, mas o diretor da Anac considera difícil que isso ocorra no primeiro semestre de 2007.

A Vasp teve suas operações suspensas no início do ano passado, por intervenção judicial, depois de reduzir suas rotas e cancelar vários vôos.

Segundo informações da Vasp, o patrimônio da empresa, de R$ 6,5 bilhões, seria suficiente para cobrir um passivo calculado em R$ 5 bilhões.

A companhia tem hoje cerca de 380 funcionários que trabalham principalmente na área técnica, prestando serviços de manutenção a outras empresas.

FONTE: Folha OnLine – Redação – São Paulo/SP