Austrália anuncia encomenda de 12 helicópteros NH90

182

O Ministério da Defesa da Austrália decidiu encomendar junto à empresa européia NH
Industries 12 helicópteros militares de transporte NH90. Os aparelhos, rebatizados
como MRH 90, completarão a frota destinada à movimentação de tropas do Exército
Australiano.

A NH Industries é formada pelas unidades da Eurocopter da França e da Alemanha, pela
empresa italiana Agusta e pela holandesa Fokker. A EADS – European Aeronautics,
Defence and Space Company é controladora integral da Eurocopter, e detém uma
participação de 62,5% no programa NH90.

De acordo com CEOs da EADS, Philippe Camus e Rainer Hertrich, a decisão do governo
australiano é prova da competitividade do NH90, e fortalece a meta estratégica da
EADS de crescer tanto na área de defesa quanto no mercado da Ásia-Pacífico – onde
também tem destaque o segmento civil. “Nos próximos cinco anos, veremos a
participação dessa região em nosso faturamento se elevar para 20%, subindo para 30%
por volta de 2015”, completaram. Atualmente, a EADS participa de várias licitações
para fornecimentos na região, em países como Cingapura e Coréia do Sul.

A venda dos NH90s dá prosseguimento a uma série de sucessos comerciais da EADS na
Austrália. Na área de defesa, a escolha de 22 helicópteros Tiger em 2001 foi seguida
da aquisição de cinco aeronaves A330 MRTT, para reabastecimento aéreo, em abril
deste ano. No segmento civil, a companhia aérea australiana Qantas encomendou 12
aviões A380 e 13 aparelhos A330 em 2000; já a Jetstar fez um pedido de 20 aeronaves
A320 (e mais 40 opções) em 2003.

“Essa região não é apenas um mercado para as nossas vendas, mas também está se
tornando um dos principais players nos segmentos aeroespacial e de defesa. Queremos
expandir as parcerias industriais já existentes e investir mais em pesquisa e
desenvolvimento na região”, acrescentaram os CEOs.

Com um market share de 45% no mercado mundial de helicópteros civis e militares, a
Eurocopter registrou no ano passado faturamento de 2,6 bilhões de euros, tendo
entregue 297 aeronaves. A Helibras, sua subsidiária no Brasil, é atualmente a única
fabricante de aeronaves de asas rotativas na América Latina, detendo 48% de de
participação no mercado nacional de helicópteros a turbina em operação.

O grupo EADS registrou receitas de 31,1 bilhões de euros em 2003, e ocupa posições
de liderança nos mercados mundiais de aviação comercial (Airbus), aviação militar
(CASA – Construcciones Aeronauticas S.A), helicópteros (Eurocopter), espaço (Ariane,
Astrium), e sistemas de defesa (MBDA). A empresa detém um amplo e diversificado
escopo de produtos e desenvolve permanentemente parcerias locais, através de sua
rede de 35 escritórios internacionais, três deles localizados na América Latina (São
Paulo, Santiago e Cidade do México).

No Brasil, a EADS mantém investimentos há 26 anos, tendo iniciado sua presença por
meio da Helibras; é acionista da Embraer e desenvolve parcerias de longo prazo com
diversos clientes, como a TAM, as Forças Armadas, a Polícia Federal e as forças
policiais estaduais.

FONTE: Aviação Brasil / EADS – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade