Azul é o nome escolhido para a nova companhia aérea brasileira

231

Depois de pouco mais de 30 dias de campanha Você Escolhe, foi definido o nome da nova companhia aérea brasileira: Azul Linhas Aéreas Brasileiras S.A. Embora Samba tenha sido o nome mais votado, a empresa optou pelo nome Azul.

O chairman da empresa, David Neeleman, comentou sobre a escolha: “Nós queremos que nossa companhia defina o nome, e não que o nome defina a empresa. Azul inspira sentimentos como pureza, segurança, serenidade, lealdade, qualidade e, claro, remete ao céu, a voar. Ao mesmo tempo, é um nome mais neutro que Samba”, afirmou o executivo.

A disputa foi tão acirrada entre as opções Azul e Samba que a nova empresa decidiu premiar com o passe vitalício tanto o internauta que votou pela primeira vez no nome Azul, quanto o que votou em Samba. Os dois vão poder viajar de graça, com um acompanhante, por toda a vida.

A disputa acirrada também fez com que a empresa decidisse premiar com bilhetes de ida e volta para os 1.000 primeiros que votaram tanto no nome Azul, quanto os 1.000 que votaram em Samba. Desde o lançamento até o fim da votação, a campanha contou com mais de 108 mil cadastros e 157.528 votos. Na primeira fase, era possível sugerir nomes para a nova empresa aérea, depois, os internautas foram convidados a votar em um dos nomes de uma lista de 10 sugestões.

“A escolha do nome foi o começo de um novo conceito de relacionamento entre a empresa e seus clientes. Nossos passageiros vão ser convidados a sugerir outros detalhes do produto. Vamos oferecer aos brasileiros a companhia aérea que eles escolheram, por isso estamos convidando as pessoas a continuar colaborando”, disse David Neeleman, CEO da Azul.

Neeleman ainda afirmou: “Dentro de um ano, quando milhares de usuários já tiverem voado nossa companhia, Azul vai significar algo realmente especial – uma nova e melhor maneira de se voar pelo Brasil.”

O anúncio da criação da Azul, no fim do mês de março, causou enorme burburinho no mercado de aviação comercial do Brasil. Especialmente por causa da presença de David Neeleman, que traz no currículo a fundação de outras três companhias aéreas de sucesso, entre elas a americana JetBlue.

A Azul vai começar a operar em janeiro de 2009 e, para isso, encomendou uma frota de 76 jatos Embraer. A proposta é oferecer um serviço diferenciado, sem o conceito de hubs, ligando cidades não servidas pelas atuais linhas aéreas, e com qualidade superior. As aeronaves Embraer 195 da Azul serão equipadas com bancos de couro, sem as poltronas do meio, apenas fileiras de duas poltronas, e contarão com o que há de mais moderno em termos de tecnologia aeronáutica, como, por exemplo, com dois dispositivos HUD – Head Up Displays – que permitirão um significativo aumento na segurança operacional. A nova empresa também será a primeira na América Latina a oferecer TV ao vivo, em monitores individuais, através da instalação de um sistema via satélite da LiveTV.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade