Boeing aumenta liderança em carga aérea com o novo 777 Cargueiro

127

A Boeing está expandindo a sua popular família de aviões comerciais 777 e agora oferece um modelo cargueiro que será o maior e mais capaz bimotor do mundo.

Com entrada em serviço no final de 2008, o novo Boeing 777 Freighter possui a plataforma tecnologicamente avançada do 777-200LR (Longer Range), o avião comercial de maior alcance do mundo. O 777 Freighter voará mais longe que qualquer outro cargueiro e oferecerá mais capacidade que qualquer bimotor cargueiro.

“A eficiência, a economia operacional e o alcance do 777 são incomparáveis e as operadoras de carga do mundo todo agora compartilharão do valor da família 777”, declarou o presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, Alan Mulally. “O 777 Freighter fortalece ainda mais a nossa posição de liderança no mercado mundial de carga.”

O novo cargueiro traz seis modelos à família 777. A Boeing selecionou a plataforma do 777-200LR para o novo avião porque a companhia oferece a melhor combinação de alcance e carga para as companhias. O primeiro 777-200LR entrará em serviço em 2006.

A Boeing atualmente discute o 777 cargueiro com vários clientes em potencial e prevê forte demanda para este bimotor eficiente, de longa distância e com grande capacidade.

O 777 Freighter terá capacidade para 222.000 libras (101 toneladas métricas) e acomodará 27 empilhadeiras padrão (244 x 318 centímetros) em seu deck principal e 10 em seu deck inferior. Ele poderá voar 9.630 quilômetros com carga total. Oferecendo o menor custo de viagem de qualquer cargueiro grande, o 777 Freighter atenderá aos níveis de ruído QC2 para máximo acesso a aeroportos com restrições de ruídos.

O 777 Freighter complementa a família de cargueiros Boeing 747-400, que é o padrão da indústria de carga aérea. Ambos cargueiros 777 e 747 acomodam empilhadeiras de 3,1 metros, oferecendo às transportadoras a máxima flexibilidade.

A família de cargueiros 747 da Boeing atualmente constitui mais da metade da frota de carga do mundo. Os cargueiros da Boeing de todos os modelos formam mais de 90% do total de transporte de carga mundial. A Boeing prevê que cargueiros grandes (com capacidade para 65 toneladas métricas ou mais) formarão 31% do mercado em 2023.

FONTE: Aviação Brasil / Boeing – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP