Boeing completa o teste de estática do 787 Dreamliner

148

Durante o teste estático da estrutura do 787 Dreamliner de ontem, a asa e seus flaps traseiros foram testados em sua capacidade máxima de peso – o máximo que se espera encontrar durante seu serviço. A carga é cerca de 2,5 a força da gravidade pela a asa.

A Boeing anunciou em 23 de junho que era necessário reforçar uma parte da estrutura na junção lateral do 787. A modificação exigiu a instalação de 34 suportes na fuselagem, principalmente na área da asa. As modificações foram completadas nos dois primeiros aviões de voos-teste, e no avião de teste estático (de escala real) no início deste mês.

“O teste de hoje foi um marco importante para o programa. Nós confirmamos os resultados dos testes após a compleição de nossa análise detalhada”, disse Scott Fancher, vice-presidente e gerente geral do Programa 787.

FONTE: Aviação Brasil – Redação – São Paulo/SP