Boeing e Air Europa da Espanha anunciam pedido de oito unidades do 787 Dreamliner

309

A Boeing e a linha aérea espanhola Air Europa anunciaram hoje a compra de oito jatos Boeing 787-8 Dreamliner. O negócio está avaliado em US$ 1,3 bilhão, de acordo com a tabela de preços. A compra, realizada pela Air Europa ainda em 2007, estava atribuída a um cliente não-identificado, na página de Compras & Entregas no website da fabricante. A Air Europa também adquiriu os direitos pela compra adicional de outros oito aviões do mesmo modelo.

A Air Europa, sediada em Palma de Maiorca, é o primeiro comprador espanhol do 787 e será a primeira linha aérea da Espanha a oferecer o conforto incomparável do interior da cabine do 787. Tudo isto ao mesmo tempo em que reduzirá em até 20% as emissões de CO2, graças ao ultra eficiente desempenho do 787 – avião mais leve, com fuselagem de composto de carbono e motores inéditos.

“O 787 é a melhor solução para nossa busca por um avião superior, com melhor performance ambiental e máximo nível de conforto para nossos passageiros”, disse María José Hidalgo, diretor-gestor da Air Europa. “Desde o desenvolvimento do 787 pela Boeing, ficou muito claro para nós, pilotos, planejadores de frota e gestores financeiros, que o 787 será o avião mais econômico e com mais atrativos para os nossos passageiros. Procuramos fazer história sendo a primeira linha aérea espanhola a voar com esta máquina magnífica”, conclui Hidalgo.

A Air Europa planeja utilizar o 787 em suas rotas de percurso longo, como Argentina, México e República Dominicana.

“Esta decisão não seria possível sem que a Air Europa tivesse revisado exaustivamente o desempenho do 787 e o grande sucesso da parceria entre Boeing e Air Europa”, disse Marlin Dailey, vice-presidente de Vendas para Europa, Rússia e Ásia Central da Boeing Commercial Airplanes. “A frota de 737s Next-Generation da Air Europa tem obtido muito sucesso. Buscamos esta mesma performance recorde também com o 787”, conclui Dailey.

Desde o seu lançamento, em abril de 2004, o 787 se tornou o avião comercial que mais rápido alcançou marcas campeãs de vendas. Cinqüenta e seis clientes, em todo o mundo, já realizaram 857 pedidos do 787, preferindo seu consumo eficiente, desempenho ambiental, autonomia e conforto para os passageiros.

A Air Europa escolheu o motor Trent 1000, da Rolls-Royce, para os seus 787s.

A avançada tecnologia do 787 Dreamliner, utilizará 20% menos combustível do que os atuais aviões de mesmo porte. Também proverá às linhas aéreas com 45% mais capacidade de carga, além de oferecer inovações aos passageiros, como o novo interior, mais úmido, assentos e corredores mais largos, janelas maiores e outras comodidades.

A grande autonomia do 787 permite às linhas aéreas criar e oferecer viagens ponto a ponto aos seus passageiros, de acordo com o aquilo que desejarem, evitando que passem pelo inconveniente dos terminais lotados durante conexões. O primeiro vôo do 787 está agendado para o final do segundo trimestre de 2008. Suas entregas estão previstas para o início de 2009.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade