Boeing e Air India celebram a chegada do primeiro 777-200LR à Índia

312

A Boeing e a linha aérea indiana Air India celebraram ontem a chegada do primeiro 777-200LR (longo alcance) Worldliner. Este é o primeiro 777 dentre os 68 jatos Boeing da Air India. A aérea receberá três outros 777-200LR Worldliner e mais três 777-300ER (alcance estendido) ainda este ano.

A Air India comprou 68 jatos Boeing em dezembro de 2005. Em termos de preço, esta foi a maior compra de aviões comerciais na história da aviação civil da Índia. A compra incluiu 23 unidades do 777 – incluindo oito 777-200LR Worldliners mais 15 aviões 777-300ERs – e 27 unidades do 787-8 Dreamliner. Além disso, a Air India Express, sua subsidiária, encomendou 18 jatos 737-800s Next-Generation.

Com a chegada do 777-200LR, a Air India se tornará a primeira operadora Indiana a oferecer vôos diretos, sem escalas, entre o Estados Unidos e Índia. A aeronave entrará em serviço no dia 1º de agosto, partindo de Bombaim, na Índia, com destino ao Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova Iorque.

“A Air India está conectando a Índia ao mundo e está fazendo isso combinando vantagem econômica real para a empresa e uma experiência positiva para o passageiro”, disse V. Thulasidas, diretor geral e chairman da Air India. “O Boeing 777-200LR é a aeronave de passageiros mais tecnologicamente avançada da categoria e capacitará a Air India a levar passageiros em vôos diretos ao redor do mundo”, conclui Thulasidas.

A família dos aviões 777 é muito popular entre passageiros e linhas aéreas por ser um bimotor com consumo eficiente de combustível, ter alta confiabilidade, baixo custo operacional e conforto e espaço em seu interior. É líder de mercado no segmento de aviões com 300 a 400 assentos, detendo mais de 65% do mercado.

“O 777 promove uma economia significativa e alto nível de conforto para o passageiro”, disse Dinesh Keskar, vice-presidente de vendas da Boeing Commercial Airplanes. “Air India e Boeing embarcaram na estratégica renovação da frota e expansão em 2005. Hoje, estamos vendo os resultados desta visão e plano executado em parceria”, explica Keskar.

Os 777-200LRs da Air India terão configuração de três classes, incluindo oito cabines na primeira classe, 35 na executiva e 195 assentos na econômica. Todos os assentos da classe executiva se transformarão em camas e os da classe econômica têm 46,99cm. Passageiros ainda terão disponível um serviço de entretenimento de bordo, criado pela Thales, com telas de vídeo com 58.42cm, na primeira classe, 39.11cm na executiva e 26.92cm na econômica. Adicionalmente, o avião será capaz de transportar mais de 15 toneladas de carga.

Com o 787 Dreamliner e o 777, a Boeing oferece uma família completa de aviões para o segmento de 200 a 400 assentos. Com alcance, velocidade, eficiência e similaridade operacional, capacidade de carga diferenciada e possibilidade de configuração em três classes diferentes, as linhas aéreas podem utilizar os dois modelos em suas frotas de acordo com a sazonalidade da demanda.

A Air India, opera aproximadamente 170 vôos por semana, transportando mais de cinco milhões de passageiros por ano para 59 cidades em diferentes pontos do mundo, partindo de diferentes locais da Índia. Sua subsidiária, a Air India Express, opera 116 vôos por semana para dez destinos diferentes na região do Golfo e Sudeste da Ásia.

A Air India, que está celebrando seu 75º ano de operação em 2007, opera 24 vôos semanais para os Estados Unidos, incluindo uma freqüência diária para Nova Iorque, com escala em Londres, e um serviço diário para Newark, Nova Jérsei, via Paris.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade