Boeing e Avianca Airlines anunciam a compra de dez Boeing 787 Dreamliners

240

Boeing e Avianca, companhia aérea colombiana, anunciaram ontem a compra de dez novos 787s, tornando-a a primeira empresa na América do Sul a encomendar o 787 e a maior compradora na América Latina.

A encomenda, com valor aproximado de US$ 1,5 bilhão, foi atribuída a um cliente desconhecido na página de Compras e Entregas no website da Boeing. Hoje, o pedido de compra inclui também o direito a aquisição de outros dez 787s.

A Avianca fez o anúncio em evento conduzido por German Efromovich, presidente do Grupo Sinergia, holding proprietária da companhia aérea, e Fábio Villegas, presidente da Avianca. O evento, para cerca de 400 convidados, contou com a presença de várias autoridades como o vice-presidente da Colômbia, Francisco Santos Calderon, o embaixador dos Estados Unidos na Colômbia, Milton Drucker, representantes da Avianca e funcionários da Boeing.

“Esta encomenda reafirma a relação duradoura e histórica que a Boeing mantém com a septuagenária companhia aérea”, disse John Wojick, vice-presidente de Vendas para a América Latina e Caribe da Boeing Commercial Airplanes. “Com o 787, a Avianca poderá oferecer aos seus passageiros viagens a longas distâncias ao menor custo. Além disso, vale a pena mencionar outras vantagens do avião como as janelas maiores e com controle inteligente de luminosidade, a alta umidade na cabine, maior espaço e baixa altitude na cabine”, conclui Wojick.

“A compra de hoje ratifica nosso compromisso em transformar a Avianca em líder na América Latina”, explica Efromovich. “Nós seremos os primeiros em nosso Mercado a oferecer a mais avançada tecnologia aos passageiros, garantindo mais conforto e vôos mais agradáveis”, conclui o executivo.

A Avianca é a maior companhia aérea da Colômbia e a segunda mais antiga na história da aviação comercial.

O Boeing 787 Dreamliner, que tem o início de sua operação previsto para 2008, vai conferir aos passageiros a melhor experiência de voar, além de ser o avião comercial mais eficiente. Trinta e nove companhias aéreas já encomendaram 491 aviões, totalizando US$ 75 bilhões desde o seu lançamento em abril de 2004. Tudo isto faz do Dreamliner o maior sucesso de vendas na história da aviação comercial.

Com o 787 Dreamliner, a Boeing continua na vanguarda da inovação tecnológica, construindo aviões com o consumo 20% menor, prontos a oferecer às companhias aéreas 45% mais capacidade de carga por passageiros e a melhor qualidade no vôo.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade