Boeing e Continental anunciam acordo pela compra de novos 787s

155

Boeing e Continental Airlines anunciaram ontem o pedido de cinco 787-9s Dreamliner. Este pedido, associado ao anterior feito pela matriz da companhia aérea, traz à Continental um total de 25 aeronaves 787. A companhia ainda tem contrato para converter antecipadamente 12 dos 787-8s no modelo maior, 787-9.

A Continental foi a primeira companhia aérea nas Américas a encomendar o 787 Dreamliner, realizando seu pedido inicial de dez aviões em 2004. Com o anúncio de ontem, a Continental também se torna o primeiro cliente a encomendar o 787-9 nas Américas. O 787-9, com capacidade de 250 a 290 passageiros, é uma versão ligeiramente maior do 787-8, esse com capacidade de 210 a 250 passageiros.

“Nós logo reconhecemos os benefícios do Dreamliner 787, e o pedido de hoje demonstra nossa credibilidade no avião”, diz o Chairman e CEO da Continental, Larry Kellner. “O 787-9 é bem-vindo à família do 787. Com o aumento da capacidade e tamanho, nós estaremos aptos para alcançar mais cidades com o custo por assento mais baixo do mercado”, conclui o executivo.

“Com sua incomparável eficiência de combustível, o 787 Dreamliner reforçará a frota da Continental e a tornará mais flexível para operações regionais e de longo-alcance”, diz Ray Conner, vice-presidente de vendas para as Américas da Boeing. “Os passageiros irão escolher voar com 787 pelo avançado ambiente interno, incluindo a alta umidade, grandes janelas e baixa altura da cabine”, explica Conner.

Os 787s da Continental são reforçados pela avançada tecnologia na preservação ambiental, desenvolvido pela GEnx Motores, da General Eletric. A Continental tem previsão de receber seu primeiro 787 ainda em 2009.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP