Boeing e Continental celebram a entrega do primeiro 737-900ER da linha aérea

221

A Boeing e a aérea Continental Airlines comemoraram ontem a entrega do primeiro avião 737-900ER (Extended Range). Com a entrega de hoje, a Continental se torna a primeira linha aérea das Américas a operar este modelo. Com capacidade e alcance estendidos, o 737-900ER é o mais novo membro da família 737 Next-Generation.

A Continental foi a primeira linha aérea nas Américas a encomendá-lo e atualmente já possui encomenda de outros 26. Ao longo deste ano, a Continental espera receber uma média de dois a três aviões 737s Next-Generation por mês, o que inclui uma combinação de 737-900ERs e 737-800s. Os aviões são parte da estratégia compreensiva da frota da Continental, que foca a eficiência operacional e o conforto no cliente.

“O novo 737-900ER da Continental terá o mais baixo custo operacional da indústria, o que nos permite construir uma frota eficiente com nossos jatos Boeing 737 Next-Generation” disse Larry Kellner, chairman e CEO da Continental Airlines. “Estas aeronaves são parte de nosso objetivo de modernização da frota, com eficiência no uso de combustível e entregando o melhor produto em nosso negócio”, explica Kellner.

“Com mais alcance, incomparável confiabilidade e operação mais econômica do que qualquer outro jato de um corredor de sua categoria, o Boeing 737-900ER é ideal para comportar os planos de expansão da Continental”, disse John Wojick, vice-presidente de Vendas da Boeing Commercial Airplanes. “Verdadeiro Estado de Arte, o aviões da Boeing certamente contribuirão para o sucesso da Continental”, conclui Wojick.

O 737-900ER da Continental está configurado com 173 assentos, distribuídos em duas classes – com 20 poltronas na “Business First” e 153 assentos na classe econômica. Todos os aviões são equipados com winglets mistos, que melhoram o desempenho do avião, seu consumo de combustível e reduzem a emissão de CO2 em mais de 4%. Nos últimos 10 anos, a Continental tem registrado uma melhoria de 35% na eficiência de combustível, resultado principalmente da modernização da frota.

Lançado em 2005, o 737-900ER aumentou a capacidade dos 737s Next-Generation, pois transporta mais passageiros por distancias mais longas. O 737-900ER incorpora um novo par de portas e um compartimento traseiro mais largo, o que lhe confere capacidade para até 220 passageiros, numa configuração de classe única. A aerodinâmica e o design de sua estrutura mudaram, permitindo ao 737-900ER acomodar mais peso durante decolagens e aumentar sua autonomia para mais de 3.175 milhas náuticas (5.885 km).

Até hoje, oito clientes já realizaram a encomenda de 169 aviões 737-900ER Next-Generation. O 737 é o avião de maior sucesso comercial da história – com mais de 7.600 pedidos, distribuídos entre mais de 245 clientes, em todo o mundo. A Boeing tem mais de 2.000 encomendas de 737s por entregar, esta lista está avaliada em US$ 145 bilhões, de acordo com os preços de tabela.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP