Boeing e Ryanair fecham pedido compra de Boeing 737-800

144

A Boeing e a companhia aérea européia de baixo custo Ryanair completaram o pedido previamente anunciado de 70 aviões Boeing 737-800, avaliados em US$ 4,6 bilhões pelas tabelas oficiais, além de mais opções para outras 70 unidades.

Os acionistas da Ryanair ratificaram o acordo no dia 12 de maio.

“Este pedido afirma a Ryanair como exemplo de companhia de baixo custo a ser seguido na Europa e endossa o papel do 737 com líder em sua categoria”, declarou Marlin Dailey, vice-presidente de Vendas para Europa e Ásia Central da Boeing Commercial Airplanes. “O valor e a eficiência da família 737 Next-Generation, particularmente do 737-800, são muito significativos nesta época de alta nos preços dos combustíveis.”

Os novos 737-800s serão equipados com Blended Winglets(tm), que reduzem o ruído das decolagens, diminuem a queima de combustível em até 4% e aumentam a distância que o 737 pode voar.

O 737-800, com sua combinação de 189 assentos, com alcance, com economia e baixos custos de manutenção, é o mais eficiente e econômico avião do mercado.

A Ryanair, maior cliente de Boeing 737 fora dos Estados Unidos, pediu um total de 225 aeronaves Boeing 737-800 até agora. A companhia aérea recebeu 82 unidades desde a primeira entrega, em 1999, e tem hoje 143 em carteira.

Os 70 novos aviões devem ser entregues entre 2008 e 2012.

A Ryanair estima que em 2011, transportará mais de 70 milhões de passageiros no ano, mais que o dobro do índice atual.

FONTE: Aviação Brasil / Boeing – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade