Boeing recebe encomenda da Aeromexico de mais seis aviões

181

A Boeing anunciou ontem que a maior companhia aérea do México, a Aeromexico, encomendou seis jatos 737 Next-Generation, dando prosseguimento ao seu programa de modernização da frota.

A linha aérea pediu três aviões 737-700 e três 737-800. Com entregas previstas para 2007, as aeronaves estão estimadas em aproximadamente US$ 372 milhões, de acordo com a tabela oficial de preços. Este é o primeiro pedido da Boeing em 2006.

“Ao fazer esta encomenda, a Aeromexico dá continuidade ao desenvolvimento da sua frota com o econômico e confiável 737 Next Generation”, declarou o vice-presidente de Vendas da Boeing Commercial Airplanes para a América Latina e Caribe, John Wojick.

“Desde que foi incorporado à nossa frota, em 2003, o Boeing 737-700 mostrou ser um avião excepcional, e com a aquisição do 737-800, em 2006, continuamos a bem sucedida renovação da nossa frota”, declarou o CFO da Aeromexico, Francisco Cuevas.

A Aeromexico receberá o oitavo 737 Next-Generation ainda neste ano. Quando a companhia aérea receber o seu primeiro 737-800, em setembro de 2006, ela se tornará a primeira companhia aérea mexicana a operar este modelo da Boeing. A Aeromexico também se transformará na primeira companhia aérea mexicana a operar o 777-200ER quando receber dois jatos deste modelo no primeiro semestre de 2006.

Todos os seis jatos anunciados hoje terão Blended Winglets – extensões nas pontas das asas que reduzem o consumo de combustível em aproximadamente 4% e aumentam o alcance da aeronave. As winglets aumentam o desempenho do avião em aeroportos de clima quente e alta altitude como o da Cidade do México e ajudam a baixar os custos de manutenção com o motor, pois reduzem o desgaste. Elas também contribuem para o excelente desempenho de emissão de ruídos, baixando a propulsão requerida na decolagem.

FONTE: Aviação Brasil – Assessoria de Imprensa – São Paulo/SP

Publicidade